sábado , agosto 19 2017
Home / Política / Tanto lá, quanto cá, conversas cruzadas…

Tanto lá, quanto cá, conversas cruzadas…

 

assentados-no-pedagio-116

Caro Barão,

Estava olhando o manifesto dos assentados na BR 116 nesta sexta-feira (15), tive a mesma impressão. Ou seja, será que as pessoas não precisam trabalhar? Enquanto observava a movimentação em uma ação comunitária (e politica tb) no Bairro Santa Helena, vi muita gente, inclusive dezenas de funcionários públicos, presentes no local. Ai refleti: Será que toda essa turma não tem o que fazer? Por que estão aqui? Será que não deveriam estar exercendo suas funções? Detalhe: meu expediente é à tarde (por isso eu estava no evento na ocasião)!!!

conversascruzadas (3)

 

Sobre Milton Barao

Veja também

Vereador Jean Pierre na liderança da bancada do PSD

Atendendo convite do presidente do diretório, João Alberto Duarte, o vereador Jean Pierre é o …

4 Comentários

  1. Nevio Filho

    Opinião totalmente infeliz de nosso amigo leitor, esta moralidade sócio religiosa que insistimos em carregar e fazer de nós o centro do universo, as vezes provoca mais asco e risadas do que algo sério de que se possa levar a sério. Não devemos ser o exemplo mais puritano para todos, porque não somos perfeitos, se eu trabalho isso só diz respeito a mim, os outros trilham o seu próprio caminho, eu não vou mudar o mundo querendo ser o mais ético dos mortais. Com certeza quem critica muito algo, gostaria de ter este algo, projetamos uma indiferença, mas eternizamos um desejo, nosso amigo leitor ao criticar os sem terras e o evento, gostaria de estar lá em vez de trabalhar.

  2. Nevio Filho

    A gênese humana também solidifica incoerências, Marcos Feliciano e Bolssonaro, fazem um verdadeira cruzada de críticas e ataques aos homossexuais, como se fossem aberrações sobre a face da terra. Um senador americano também foi famoso por cruzadas contra as minorias e discursos inflamados a um machismo mais forte. Mais tarde descobriu-se que o seu verdadeiro comportamento por trás de um homem mau, era o seu desejo em manter obscuro o seu passado homossexual, a dificuldade em sair do armário e se assumir, causava-lhe uma revolta em não conseguir isso. aí projetamos uma justificativa para isso, leis contra os homossexuais. Será que Marcos Feliciano e Bolsonaro, soldados da moralidade, não conseguem saírem do armário.

  3. João Souza

    Névio, quanto mais leio o que você escreve, mas me enoja desse seu pensamento fútil e ignorante, é isto que o PT está criando?

    Vai estudar, trabalhar e ser alguém com relevância na vida.

    Brasileiros como você, estragam toda uma nação.

    E estes comentários sobre Bolsonaro, não sei dizer, só sei que tomara que se elejam e acabem com a mamata de vocês, querem dinheiro, vão trabalhar, roubou, vai preso, PT o maior desgoverno que já existiu. FORA DILMA, FORA LULADRÃO, FORA PT!

    • Julio

      Esqueceu de dizer FORA NÉVIO,seu lugar é em Floripa! Fica por aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *