sábado , agosto 19 2017
Home / Imprensa / RBS Centro-Oeste deixa de produzir Jornal do Almoço

RBS Centro-Oeste deixa de produzir Jornal do Almoço

image

A RBS anuncia hoje no final do noticiário do meio-dia, a reformulação na sucursal Centro-Oeste. O primeiro bloco de 10 minutos com notícias locais e que era produzido em Joaçaba e Lages deixa de existir a partir de segunda-feira.

A comunicação da emissora não  informou sobre a situação da equipe, que inclui os jornalistas Victor Hugo Bittencourt e Vanessa e Eduardo Cristofoli.

Portanto todo o Jornal do Almoço será apresentado a partir de Florianópolis, com Laine Valgas e Mário Motta.

Sobre Milton Barao

Veja também

Estreia em agosto na ImagemTV: pontoDOC

Depois do sucesso do Bom Dia Lages, a ImagemTV vai estrear mais um programa jornalístico, …

10 Comentários

  1. Elias

    Boa tarde
    Já tivemos uma sucursal da RBS em Lages, a qual foi para Joaçaba, mas ainda sabíamos das noticias da nossa cidade e região, agora RBS Joaçaba também fecha suas portas, é uma péssima noticia para o povo serrano e meio oeste, pois alem de desinformado seremos obrigados a ouvir as noticias de outras regiões (não que não seja importante) mas as nossas noticias não serão veiculados com a atenção que merecem.
    Este é o desprestigio que de uns anos para cá a região serrana vem sendo vítima, não só da imprensa, mas em inúmeras situações, principalmente a falta de empresas que invistam na região, gerando emprego e renda para a população, enquanto isso alguns políticos ficam ricos a custa do suor do povo.
    Devemos acordar para a realidade dos dias de hoje, e cobrar não só dos políticos, mas de todos aqueles que tem obrigação com o nosso povo, está na hora de não só reivindicarmos, mas sim efetivamente cobrarmos dos responsáveis.

  2. Bruno

    Na verdade o sonho da RBS TV era ter uma emissora em cada região de SC, incluindo Lages. Acho até que os Sirotsky devem ter assediado o Roberto Amaral umas mil vezes para comprar a TV Planalto, sem êxito.
    A partir de 2003 ficou mais difícil, pois não bastava construir uma emissora e comprar equipamentos. É necessário autorização do Ministério das Comunicações para operar. E sendo a RBS oposição a Lula, não tinha como ir para frente.
    Então, com todo respeito à liberdade de iniciativa das empresas, a RBS fez esta gambiarra de, em 2005, comprar a TV Joaçaba, ex TVBV Joaçaba.
    Vale lembrar que esta desfez a aliança que tinha com a cabeça da Rede Barriga Verde em Florianópolis, e passou a se chamar TV Catarinense em 2002, embora continuasse a retransmitir a programação da TV Bandeirantes, e alguns programas catarinenses, como do Cezar Souza.
    Em 2009, tentando aprimorar a gambiarra, embora a sede da emissora e a concessão ficassem em Joaçaba, a apresentação dos telejornais foi transferida para Lages, o que deve ter irritado muito o pessoal do meio-oeste catarinense. Não deu certo, e nem podia dar. Não interessa ao pessoal do meio-oeste saber o que acontece em Bom Jardim da Serra, Bocaina do Sul, Palmeira, Ponte Alta, Cerro Negro, etc. Da mesma forma, não interessa ao povo da Serra saber o que acontece em Água Doce, Salto Veloso, Catanduvas, Tangará, Capinzal etc. (isto com todo respeito às cidades mencionadas). A cultura de Lages e região é uma cultura majoritariamente do séc. XVIII, do tempo dos tropeiros, enquanto a cultura de Joaçaba é principalmente uma cultura de fins do séc. XIX e início do séc. XX, herdada de filhos de imigrantes europeus vindos do RS. São duas regiões distintas, e tratá-las como uma só foi um erro. Tanto que em 2014, a ancoragem voltou para Joaçaba. Fingir que tinha RBS TV em Lages não deu certo.
    Ressalte-se, porém, que a RBS não é a única empresa de TV a se valer deste expediente (ter emissora e concessão em uma cidade, mas apresentar os programas em outra).
    Além disto, batizar a emissora de RBS TV Centro-Oeste (para não ofender nem Joaçaba nem Lages), foi uma ideia tosca, infeliz. Todas as outras são batizadas com a cidade sede (RBS TV Porto Alegre, RBS TV Florianópolis etc.). Cheguei a pensar que seriam exibidas notícias do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal (brincadeira).
    Para concluir, acredito que os novos donos vendam a TV Joaçaba, e Lages e região volte a receber sinal da RBS TV Florianópolis, Curitibanos e região da RBS TV Blumenau, e Joaçaba e região receba o sinal da RBS TV Chapecó, com a qual é mais identificada.

  3. Marelise colussi Cordeiro

    Baahh,lamentável, o pouco q se sabia sobre nossa região vai se perder. , alguém teria q salvar nosso jornal do almoço.

  4. Moises amaral

    Mdss sou d campos novos …era tao bom ouvir e ver …reportagens de nossa região com atenção ….mas em fim…fazer oq …temos que assistir.

  5. Lajaica

    Era tão fraquinho que originou mais um candidato. Não fará o peso em votos.

  6. ANTÔNIO F. ALVES

    O telejornalismo da RBSTV da região chamada de Centro Oeste deveria ter permanecido em Lages, por uma questão logica onde a concentração populacional e maior, portanto gera mais informações. Mas enquanto os políticos não entendem que uma emissora de televisão e formada por região e não local, fica difícil de administrá-la. Uma saída para a RBSTV (novos proprietários) seria a compra do canal 13 de Lages do grupo de religiosos ou a troca do canal pelo de Joaçaba, já que o canal 13 apenas retransmitem cultos que se realizam em São Paulo e uma programação muito mal acabada que vai para o Paraná etc, . Assim teríamos a região da Serra atendida com a maior rede de televisão do Brasil e dando enfase a Cultura desta vasta região de Santa Catarina. A região que abrange Joaçaba ficaria com Chapecó onde a Cultura se identifica melhor.

  7. Marcelo Freitas Bleyer

    Antes ficava ansioso para ouvir as noticias aqui da serra e regiao. Sinceramente agora nem ligo mas a tv ao meio dia. As noticias que eram apresentadas aqui da serra e do meio-oeste eram muito boas gostava dos jornalistas e reporteres. Grande perda. E o jornal do SBT se soubesse apresentar no horario correto ganharia audiencia.

  8. Leomyr Rauen

    É uma pena que a RBS não se instale em Lages,pois a cidade é grande e desenvolvida e merece este veículo importante de comunicação.

  9. Leomyr Rauen

    È uma pena que a RBS tv não esteja em Lages,a cidade é grande desenvolvida e merece este veículo de comunicação.

  10. WILSON BRAZ

    Contudo, quem leva nas costas a chamada RBS TV Centro-Oeste, seja a sede onde for, é o comércio de Lages com, aparentemente, 90% dos anúncios e patrocínios de programas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *