quarta-feira , junho 28 2017
Home / Justiça / Ex-gerente da Fatma, vice-prefeito e presidente da Câmara (Ot.Costa) estão presos

Ex-gerente da Fatma, vice-prefeito e presidente da Câmara (Ot.Costa) estão presos

busca e apreensao

O Gaeco cumpriu mandado de prisão de quatro pessoas na manhã de hoje, em Lages e Otacílio Costa: Willy Brun Filho (ex-gerente da Fatma), o presidente da Câmara Lindomar e o vice-prefeito Silvano (Otacílio Costa) e mais o diretor da empresa que fez o último concurso no município

coletiva gaeco operaçao ajuste03

Em coletiva no Gaeco de Lages, na tarde desta segunda-feira, o Promotor Público Joel Rogério Furtado confirmou a detenção “em carater investigativo”, de quatro pessoas envolvidas na Operação Ajuste.

Prisão por 5 dias

Estão detidos pelo prazo de cinco dias, podendo ser renovado por mais cinco, o vice-prefeito de Otacílio Costa, Silvano Antunes Cardoso, o presidente da Câmara Lindomar Alves de Souza, um empresário da empresa que organizou o último concurso público naquele município e, para surpresa, o ex-diretor regional da Fatma, Willy Brun Filho.

coletiva gaeco operaçao ajuste07

Concurso fraudulento

A partir de denúncias, tanto na Promotoria Pública de Otacílio Costa quanto na Câmara de Vereadores, o Promotor de Justiça Leonardo Fagotti Mori começou a investigação sobre o concurso público aberto na prefeitura e no legislativo. Eram tão graves, desde favorecimentos até pagamento de propina, que o promotor pediu ajuda do Gaeco.

Licenças Ambientais

“Só que no meio da investigação começou a surgir outros casos, alheios ao concurso, mas de igual ou maior gravidade”, destacou o promotor de justiça Joel Furtado. Tratava-se de licenciamentos ambientais fraudulentos, com envolvimento de servidores do órgão ambiental de Lages, e intermediado por um comissionado lotado na ADR de Lages. Uma grande empresa de guinchos de Otacílio Costa está envolvida nessa investigação, juntamente com o diretor regional da Fatma, Willy Brun Filho.

Condução Coercitiva

São 11 pessoas que foram conduzidas coercitivamente para o Gaeco para prestar depoimento. Alem disso, na manhã desta segunda, foram cumpridos 18 mandados de busca e apreensão, na Prefeitura e na Câmara de Otacílio Costa, na empresa que foi contratada para o concurso, na Fatma de Lages e em outro orgão do Governo do Estado.

coletiva gaeco operaçao ajuste01

Sobre Milton Barao

Veja também

TRAGÉDIA: três morrem eletrocutados na Palmeira

Policiais de Palmeira, distante 30 km de Lages, atenderam uma ocorrência gravíssima na manhã desta …

Um Comentário

  1. Ronaldo Angelim

    Joel, o MITO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *