sábado , agosto 19 2017
Home / Justiça / Pela porta que entrei, eu sai no Gaeco, diz Polaco

Pela porta que entrei, eu sai no Gaeco, diz Polaco

polaco (2)

No papel de assessor da ADR e articulador político, Ozair Coelho foi citado nas escutas telefônicas que o Gaeco fazia, dentro da Operação Ajuste, que investigava denuncia de fraudes no concurso da Prefeitura e Câmara de Otacílio Costa.

Fui intimado para depor no Gaeco e pela porta que entrei eu sai. Afinal, é meu serviço abrir as portas dos órgãos governamentais para todos os cidadãos e empresas aqui na Serra, e fiz isso, ou seja, marquei audiências na Fatma, esclareceu Polaco.

O depoimento de Ozair Coelho foi feito na segunda-feira no Gaeco, e depois foi liberado, pois a exemplo de outros citados, serviu como testemunha de um pedido de isenção de multa para uma empresa, o que não aconteceu efetivamente. A multa foi aplicada.

Sobre Milton Barao

Veja também

GAECO: Operação Terra Prometida investiga vereador de Lages 

Matéria especial do Diário Catarinense desta sexta-feira, 7, sobre a Operação Terra Prometida

Um Comentário

  1. JACINTO BET

    Polaco, me desculpe, mas se você trabalha para e recebe do Governo, e estava intermediando reuniões para solicitar “isenção de multas”, estas trabalhando contra o teu patrão, que é a sociedade. A multa somente existe em função de infrações, e se existe multas é para serem pagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *