terça-feira , junho 27 2017
Home / Economia / Lugar de aluno é na sala de aula

Lugar de aluno é na sala de aula

Se o aluno está em casa, porque não teve aula, pelo fato do professor ter ido para a rua manifestar, o problema é do Sindicato e da Prefeitura.

Os caminhos legais existes, ou seja, o Sindicato que vá para a Justiça reclamar seus direitos e o prefeito que dê conta de pagar, se for legal, o pedido. Não interessa se não tem recursos ou se vai parcelar salário no mês seguinte.

O que não pode acontecer é de aluno em casa, professor na rua e a prefeitura fingindo que nada está acontecendo. É tanto que nas escolas particulares isso nunca aconteceu, ou seja, de aluno não ir para a aula porque não tinha professor.

greve rua fechada (2)

É o que eu penso…

Sobre Milton Barao

Veja também

Nova política de relacionamento da Ambev com a cidade

A maior cervejaria do mundo, e que tem uma das maiores fábricas em Lages, adotou …

10 Comentários

  1. Patrícia

    Concordo Barão com o seu posicionamento, só não vejo o problema no Sindicato. Ele representa todos nós. Hoje estamos enfrentando uma barreira, a prefeitura está fechando as portas para o professor. Vejo que essa negociação está bem simples basta o prefeito querer ou na verdade os seus administradores., ,quepelo jeito mamam mais do que ele.

  2. Patrícia

    O lugar do professor também é na escola. .

  3. rodrigo netto

    lagar de aluno é na sala de aulo e do professor mal remunerado é na rua protestando.

  4. Alguém.

    Não sei bem ao certo a situação das contas da prefeitura, mas 11% para uma classe de servidores de certa forma poderia quebrar as finanças, se for verdade.

  5. SANDRA RIBEIRO

    Hoje, para mim foi um dia muito triste! fui sim para as ruas lutar pelos meus direitos e de demais colegas!
    Pois senhor Barão,temos fé que simples assim queremos os oito por cento,só não queremos parcelado da forma injusta para 2017 umas porcentagem.Triste pelos meus colegas servidores públicos que trabalham comigo no CEIM
    PESSOAS MARAVILHOSAS.Mas, que simples assim passaram um trator nos mesmos com comissionados e demais…
    não deixando os colegas optarem por reajuste digno e no mínimo sem parcelas para o ano de2017 .Temos a esperança de vencer essa batalha se não hoje que seja em outubro.Sinto muita falta da antiga guri onde o Jonas Paulo defendia somente a verdade!Lugar de aluno é sim na escola,uma escola que ensina que temos deveres e direitos. Lugar de professor é na escola! e não na rua lutando pela lei! lugar de prefeito é na prefeitura defendendo suas obrigações .
    Obrigado PELO APOIO
    É O QUE EU PENÇOOOOOOO

  6. SANDRA RIBEIRO

    SOMENTE CORRIGINDO DESCULPE PENSO

  7. Edilson R Fausto

    Lugar de aluno é na sala de aula, com professor, e professor que se acha mal remunerado, deve mudar de profissão.

    • Rafael

      Edilson… Com todo o devido respeito: poucas vezes li algo tâo burro e babaca. Se for pensar dessa maneira, ninguém pode lutar por direito algum. Não faz sentido. Não sou professor, mas pelo que sei, TODOS os melhores países do mundo assim se tornaram no momento em que colocou a educação em primeiro lugar. E isso passa, necessariamente, pela valorização do profissional. Não tem escapatória. O professor, seja de ensino fundamental, médio ou superior tem que ser bem remunerado. Inclusive, em países como a Coréia do Sul e Noruega, por lei os professores são obrigatoriamente os servidores públicos mais bem pagos. Isso faz com que qualquer criança sonhe em lecionar, e com isso, seleciona os melhores para isso. É óbvio que o Brasil está décadas atrasado em relação à esses países. Não há dúvidas disso. Mas isso não nos proíbe de, mesmo de longe, nos espelhar em bons exemplos, e não perpetuar o discurso fácil e imbecil de que “não tá gostando, pede pra sair.”
      Pense bem antes de falar, meu caro…

  8. Marcos S. Jumes

    Bom Dia Barão;

    Desde 2013 TODOS os servidores vem sofrendo com a “incapacidade” desta administração de resolver problemas. Eles acreditaram na promessa de “valorização do servidor” feita no período eleitora de 2012 e esquecida, assim como muitas outras, a partir de janeiro/2013. Os servidores públicos do Município de Lages não aguentam mais tanto desrespeito, da mesma forma que toda a sociedade lageana. O real problema da Prefeitura de Lages não está vinculado a questão da crise econômica/política, mas sim, a má administração dos recursos públicos, e este problema não ocorre apenas aqui. É PRECISO DAR UM BASTA NISSO!!!

    E ainda, se houvesse um comprometimento da Câmara de Vereadores em cumprir sua real função, que é o controle e a fiscalização dos atos do Executivo, impedindo-lhe os abusos, com certeza não precisaríamos de movimentos legítimos como este do SIMPROEL. Vereador tem que fiscalizar o cumprimento das leis e defender o interesse do cidadão, o que ultimamente e infelizmente não temos visto acontecer. (A função de controle da Câmara de Vereadores está prevista na Constituição Federal, no seu Art. 31)

  9. Paulo Roberto Oberziner

    Todo mundo fala em lei, desde que a lei esteja a seu favor, venha em seu beneficio. Mas esquece que há lei para todos inclusive para os administradores cumprir. caso bem tipico é a ultima lei que disciplina os horarios na saude lembram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *