sábado , agosto 19 2017
Home / Polícia / Prisão preventiva de quatro em Otacílio e investigação em Lages

Prisão preventiva de quatro em Otacílio e investigação em Lages

Gaeco005

Foram presos na manhã de quarta-feira o Presidente da Câmara de Vereadores, Lindomar Alves de Souza, e o Vice-Prefeito de Otacílio Costas, Silvano Cardoso Antunes, e dois empresários de Timbó

A operação “Ajuste” resultou na denúncia contra 12 pessoas por organização criminosa, fraude em licitação, peculato, fraude em concurso público, corrupção passiva e ativa e na prisão preventiva do Presidente da Câmara de Vereadores, Lindomar Alves de Souza, do Vice-Prefeito de Otacílio Costa, Silvano Cardoso Antunes, e os empresários de Timbó Altair Roling e Claudio Ventura. A denúncia já foi aceita pela Justiça e as prisões foram cumpridas na manhã desta quarta-feira (1/6).

Organização criminosa

Na denúncia, o Promotor de Justiça Leonardo Fagotti Mori demonstra que o grupo agia como uma organização criminosa estruturada e, ainda que informalmente, possuía uma divisão de tarefas relacionadas com as funções de cada participante, público ou particular.

Esquema fraudulento

O esquema baseava-se em ilícitos fraudulentos na medida em que o grupo criava orçamentos, emitiam notas, participavam de licitações, com o objetivo de se beneficiar do patrimônio público por meio do não fornecimento dos serviços adquiridos, ou do fornecimento parcial dos serviços, com a consequente apropriação dos valores desviados.

Consultorias no valor de R$ 156 mil

Desde 2014 a empresa Infinity Assessoria Pedagógica Ltda, de Claudio Ventura, e a Acesse Concursos Ltaga, de Atair Luis Roling, forneceram serviços de capacitação, de consultoria online e de concurso público que chegaram ao valor de R$ 156 mil.

Operação Ajuste e Fundo do Poço

Enquanto isso prosseguem desde 2014 as investigações sobre a Operação Fundo do Poço, que inclusive indiciou o deputado Romildo Titon. Essa operação e mais a Ajuste, investigam também o envolvimento do ex-diretor da Fatma, Willy Brun Filho.

 

Fonte: Ministério Público de Santa Catarina

Sobre Milton Barao

Veja também

Convênio vai ampliar segurança em áreas rurais

O 6º Batalhão da Polícia Militar firmará convênio com a Cooperativa Agropecuária do Planalto Serrano …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *