sexta-feira , agosto 18 2017
Home / Cotidiano / Delegado Toigo e perita da PC cumprem pena de 14 anos de prisão 

Delegado Toigo e perita da PC cumprem pena de 14 anos de prisão 

O delegado de Polícia Civil Adelino Roberto Toigo, foi preso na tarde desta quarta-feira (29), em Lages, pela Polícia Civil. Ele foi condenado por envolvimento em um esquema de furtos, adulteração e receptação de veículos.

Segundo a acusação, Toigo participou, entre agosto de 2001 e meados de 2002, de esquema de adulteração de sinais de identificação de veículos automotores, com sua consequente legalização, mediante a prática de corrupção ativa e passiva.

Em 2009, o Tribunal de Justiça de Santa Catarina o condenou a 14 anos e três meses de prisão em regime, inicialmente, fechado, pelos crimes de abuso de poder e violação do dever funcional para com a Administração Pública. O processo, porém, está em grau de recurso. 

O delegado, que se aposentou recentemente, vai cumprir pena na Penitenciária de São Cristóvão do Sul. 

Perita Marli Petry

Além de Toigo, também foi presa a perita da PC, Marli Teresinha Petry, pelo mesmo envolvimento. Ela foi levada para o Presídio Regional, em Lages. O MP também pediu a prisão Luiz Carlos Freitas de Souza, arrolado no mesmo processo.
Com informações: Correio Lageano 

Foto: Portal Concórdia 

Sobre Milton Barao

Veja também

Música e Literatura no 3° Salão do Livro da Serra Catarinense

Fabrício Carpinejar e Dado Villa-Lobos são atrações principais deste ano, além dos homenageados, Névio Fernandes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *