quarta-feira , junho 28 2017
Home / Política / Novas lideranças numa terra de cinco governadores e um presidente

Novas lideranças numa terra de cinco governadores e um presidente

mauricio batalha (2)

Importante reunião na noite de terça-feira reuniu um grupo de aproximadamente 70 pessoas, destacando uma grande quantidade de jovens e microempresários que desejam um novo tempo na política, com pessoas compromissadas e que tenham realmente a capacidade de transformar.

O evento que ocorreu no salão de festas da Cepar, com a presença do ex-procurador do município de Lages, advogado Mauricio Batalha, que expôs seus trabalhos realizados como também seus objetivos e bandeiras que planeja trabalhar.

mauricio batalha (1)

Amigos, como o secretário Juliano Chiodelli, “que eu gostaria de ver prefeito num futuro próximo”, destacou como é possível fazer um trabalho sério e comprometido com as necessidades de uma sociedade politizada como é a cidade de Lages, terra de cinco governadores e um presidente da República.

Sobre Milton Barao

Veja também

Com uma prefeitura na Serra, PR acampa em Palmeira

O PR conquistou uma prefeitura na Serra Catarinense, com Fernanda Cordova, do município de Palmeira. …

4 Comentários

  1. Névio S. Filho

    Ao contrario não somos uma cidade politizada e não sabemos o que é isso, simplesmente vamos ao sabor do senso comum existente em políticas de direita e esta reunião é um discurso político pró Elizeu, meio maquiada, o TRE esqueceu de regrar jantares políticos.

  2. Paulo9

    Olha pra quem gosta de PT e Dilma sr Nevio seu comentário encaixa bem certo para vc mesmo kkkkk

  3. Paulo9

    E chamar esse pessoal de novas lideranças! !realmente estamos mal representados

  4. Névio S. Filho

    Meu caro Paulo9, a questão é que a política lageana vai na onda do senso comum do mundo político e é na verdade isso que observamos, o que se discutiu no ano passado ou a 4 anos atrás é a mesma coisa com uma roupagem diferente, mas sem mudanças, sempre haverá a acomodação dos cargos e isso é muito pouco para o que a cidade precisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *