segunda-feira , setembro 25 2017
Home / Saúde / Abandonou tudo para viver do seu jeito

Abandonou tudo para viver do seu jeito

vivendo na rua

À primeira vista tem-se a impressão que está existindo uma inversão de valores: cães com casa, comida, cobertas e o ser humano passando por essa dificuldade. Só que na realidade é o próprio individuo que chega ao limite e dispensa ajuda, tanto da família, quanto dos órgãos de apoio.

– Conversei com a família dessa pessoa para ver o que poderíamos fazer para ajudá-lo. A família não aguenta mais e desistiu. Mas vamos a luta porque não existe caso perdido, informou o vice-prefeito Toni.

Casa de Apoio

Em Lages existe a Casa POP, que oferece abrigo com direito a cama, mesa e banho 24 horas. Inclusive vai em busca dessas pessoas sem teto, sempre.  Mas, infelizmente existem aquelas que não querem se ajudar e, infelizmente não temos como levá las à força.

Sobre Milton Barao

Veja também

Jovem com leucemia faz apelo para doação no Hemosc

Há quatro anos Kevin Maciel promove campanhas para ajudar quem tem leucemia. Nascido nos EUA, …

Um Comentário

  1. Névio S. Filho

    Meu caro Barão, se tudo neste mundo fosse jogar a culpa na fatalidade e abster a família de sua responsabilidade, ou o vicfe em um ato caridoso só feito em épocas de eleições,viveríamos em um mundo de mil maravilhas, é claro que quem vê esta cena não entende ou não dá bola. Vislumbro mais adiante, ou seja o colapso social moderno, com a grande diferença entre ricos e pobres e uma população remediada que em última análise acha que é mais fácil exterminar pobres do que recuperá-los para a vida. E em nossa região as disparidades são flagrantes, não acontecendo por acaso, mas no senso comum da população algo normal. Será que estamos nos omitindo ou achando que somos uma região rica, para o futuro estas diferenças serão mais amedrontadoras, ou as riquezas mundiais serão mais divididas ou continuarão como agora em poucas mãos e nós arregalando os olhos para a realidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *