segunda-feira , setembro 25 2017
Home / Economia / CAGED: desemprego diminui em Lages, mas continua negativo

CAGED: desemprego diminui em Lages, mas continua negativo

Lages fechou outubro com déficit de -151 vagas. Houve avanços, pois em agosto esse índice estava na casa de -326 (por São Joaquim Online

caged-serra

O Ministério do Trabalho divulgou recentemente através do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – CAGED o índice geral dos municípios de todo o Brasil. O Brasil perdeu cerca de 74.748 vagas formais em outubro, já este valor cumulativo perante o ano o CAGED já soma 751.816 trabalhadores a menos. Nos últimos 12 meses o país já registra mais de Um Milhão e Meio (1,5mi) de trabalhadores desempregados.

Serra Catarinense

Na Serra Catarinense o município que mais sofreu baixas foi Lages que fechou outubro com um déficit de -151, mesmo assim demonstrou um certo avanço já que em agosto esse índice estava na casa de -326.

Os municípios de Rio Rufino, Bom Jardim da Serra e Urubici mantiveram as médias e, mesmo sem avanços, conseguiram mostrar um resultado positivo, embora pequeno.

A situação também é degradante em relação à Bom Retiro que não consegue sair do negativo e fechou o mês de outubro com o resultado de -87.

Urupema abre vagas

A novidade foi para o município de Urupema que vem se destacando no setor de geração de empregos e alcançou uma incrível média de 102 novos postos de trabalho em outubro, um grande salto em relação ao mês de setembro onde fechou com 44.

São Joaquim melhora

Já São Joaquim foi o município que mais avançou em geração de empregos. Em setembro o município estava com -32 e agora em outubro fecha com 184 novos postos de empregos, o mais alto índice da Serra Catarinense.

 

Fonte: Caged

Com informações: São Joaquim Online

Sobre Milton Barao

Veja também

Infracea chegou “acontecendo” no Aeroporto. Ainda bem

Parabéns, pois essa é a diferença da administração pública para a privada, que tem poder …

2 Comentários

  1. Névio S. filho

    Nesta seara, vale mais tentar mentalizar as potencialidades de mercado e do momento da economia do que refletir sobre números frios e lages empre estará nesta balança de números positivos e negativos, porque possui um parque empresatria que se influencia pelos boatos de crise que sempre colocam em pauta, na época do PR a crise era interna, agora publicam que a crise é internacional, ou seja as forças de direita tentam terrivelmente maquiar suas safadezas e contradições e possuem uma vantagem gigantesca somada com a ignorância política e econômica da população. Em municípios pequenos qualuqer vaga aberta representa um número extraordinário a comemorar e em Lages ainda possuímos um parque empresarial não solidificadp e “ao mare”, segue de acordo com a maré.

  2. Névio S. filho

    Onde se lê PR, leia-se PT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *