quinta-feira , setembro 21 2017
Home / Economia / Vamos ter novamente um ano difícil, diz Colombo na coletiva de Lages

Vamos ter novamente um ano difícil, diz Colombo na coletiva de Lages

coletiva-colombo02

Falando na coletiva para os municípios da Serra Catarinense, o governador Raimundo Colombo reiterou que 2017 também será um ano de dificuldades, como foi 2016 e 2015. “Mas em SC conseguimos ficar em pé”, comentou

coletiva-colombo03

Dificuldades para Ceron

– Foi tanto que o prefeito eleito Antonio Ceron me perguntou se essa tese valeria para ele, e respondi que “infelizmente sim”, disse o governador. Os economistas com que tenho conversado dizem que a expectativa de melhora é somente no segundo semestre de 2017.

Contribuição dos servidores

O governador falou sobre a renegociação da dívida dos estados com a União e explicou que, por esse fato, não aumentou impostos. Outra medida foi em relação à reforma da previdência, que eleva a contribuição dos servidores de 11% para 14% e do Estado de 22% para 28%. “Temos que tomar algumas atitudes, mesmo que sejam duras, para equilibrar as contas”, afirmou.

coletiva-colombo05

Saldo positivo de empregos

No Estado, o número de empregos vem apresentando um saldo positivo e os resultados na agricultura trazem uma esperança no crescimento econômico do setor. “Tivemos saldos positivos de empregos dos últimos três meses. No mês de agosto, tivemos o preenchimento de três mil vagas com carteira assinada no Estado. Isso é muito importante para nós. A nossa previsão é de uma temporada de verão muito boa e também uma boa safra na agricultura”, destacou o governador.

SAMU

Questionei o governador sobre dois temas: SAMU e Berneck. Sobre o convênio com uma empresa de São Paulo que desenvolve as atividades do SAMU, o governador explicou que a maior reclamação é com relação a ambulâncias. “Compramos 150 unidades as quais estarão sendo entregues nesta semana”, disse.

coletiva-colombo07

Berneck

Sobre o investimento dessa empresa que já adquiriu terreno em Lages, ao lado da JBS, o governador disse que a Berneck solicitou seis meses de prazo para agilizar a parte burocrática, desde planta até licenciamentos. “A expectativa é que em meados de abril a empresa comece a construção da unidade, já que o produto está definido e temos um pré-acordo assinado”, finalizou.

 

Fotos: divulgação

Sobre Milton Barao

Veja também

Infracea assume aeroporto com expectativa de nova linha

Na manhã desta segunda-feira (18), no gabinete do prefeito Ceron, foi assinado o contrato de …

Um Comentário

  1. Névio S. filho

    Esta Berneck não vem, vamos apoistar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *