segunda-feira , setembro 25 2017
Home / Economia / Burocracia trava até corte de árvores nas rodovias

Burocracia trava até corte de árvores nas rodovias

Para que o corte das árvores ao longo da rodovia é necessário até inventário florestal das espécies e uma licitação. Ou seja, gabinetes refrigerados e muita burocracia

A deputada Carmen Zanotto esteve no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em Florianópolis, onde praticamente implorou pelo corte de árvores ao longo da rodovia BR 282. o encontro reuniu  o superintendente do DNIT – SC, Vissilar Pretto, engenheiro Ronaldo Carioni Barbosa e o deputado Jorginho Mello.

Inventário

Para que o corte seja feito é preciso fazer um inventário florestal das espécies, para a realização deste trabalho também é necessário que haja uma licitação e depois outra licitação para o corte das árvores.

Fotos: Zé Rabelo

Sobre Milton Barao

Veja também

Infracea chegou “acontecendo” no Aeroporto. Ainda bem

Parabéns, pois essa é a diferença da administração pública para a privada, que tem poder …

Um Comentário

  1. Otávio R. Machado

    Enquanto não acabar com a burocracia besta e sem sentido e com o tal de politicamente correto, vamos ficar de mãos atadas a vida toda. Imagine que para cortar uma centena de pinus (90% da arvores que caem na BR) é preciso fazer inventário, pedir autorização. Vamos achar meia dúzia de saco roxo e derrubar isso de uma vez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *