sábado , junho 24 2017
Home / #BM3 / Cerrito pede socorro, pois está isolado do mundo

Cerrito pede socorro, pois está isolado do mundo

O vice-prefeito de São José do Cerrito, Moacir Ortiz, relatou ao jornalista Paulo Chagas o drama que o Município está vivendo em função do deslizamento gigante na BR 282, e que interrompe o trânsito no local

Foto: Águia4. Segundo Denit, expectativa de somente na próxima semana liberar uma pista

Sem médicos

Segundo ele, o Cerrito além da situação de emergência decretada está vivendo um caos social, ou seja, não há atendimento médico, pois, os profissionais são de Lages e não podem passar.

Sem aulas

Além disso, os ônibus escolares que transportam alunos e universitários estão parados. Aliás, as aulas no município estão ainda suspensas, Já os acadêmicos não podem se deslocar à Lages.

Comércio parado

Há também a grave situação do comércio que não está vendendo nada, e sofrendo com o desabastecimento. Os bancos locais, como do Brasil, estão fechados por falta de dinheiro, assim como, a agência dos Correios.

Famílias isoladas

No interior são inúmeras as famílias isoladas devido às pontes destruídas pela força das águas. Enfim, por alto, calcula-se um prejuízo acima de R$ 5 milhões de reais.

Sem dinheiro no comércio

Alternativas poderiam ser buscadas. Quem sabe o helicóptero Águia 4 possa ajudar a comunidade no abastecimento de dinheiro, e no transporte dos médicos. Sem falar, nas pessoas que precisam ser transferidas para Lages devido a problemas graves de saúde, e não conseguem.

Pedido de socorro

Outro dia, diante da extrema gravidade, um paciente foi transportado de maca em meio à lama. Um veículo trouxe até o deslizamento, e outro pegou. São situações extremas e que merecem atenção. São José do Cerrito, pede socorro!

Sobre Milton Barao

Veja também

Geada nos campos de cima da Serra

São Joaquim, assim como muitas outras cidades da Serra Catarinense voltou a registrar temperaturas negativas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *