sexta-feira , Fevereiro 23 2018

Tortenhaus + terneiros

 

SEMASA TOPO

 

Home / Meio Ambiente / Ações para manter o Carahá como “cartão postal”

Ações para manter o Carahá como “cartão postal”

A  Avenida Belizário Ramos é um cartão postal da cidade com seus 600 Álamos e outras 400 espécies, incluindo chorões, araçás e outras espécies

Foto: Adailton Carmargo/Lages para Sempre

O problema é que álamos são árvores de grande porte, cujas raízes precisam de muito espaço, o que não acontece à beira do rio. “Por isso, frequentemente tem quedas dessas espécies, sendo que 30 delas já estão mapeadas para serem suprimidas”, explica o eng° Giovanni Tomazzelli Guesser, da Secretaria de Meio Ambiente.

Espécies nativas

No lugar delas serão plantadas outras espécies vegetais, que melhor se adaptam a esta área urbana e ao solo irregular do leito do rio. Giovani citou algumas espécies de árvores que bem se adaptam ao solo da calha do rio: ipê, cerejeira ornamental, aroreira salsa, chorão.

Eng° Giovanni Tomazzeli, no registro de Marcelo Pakinha

Replantio de grama

Paralelamente ao cuidado com as árvores, equips da secretaria estão efetuando o plantio de gramínea, às margens do rio Carahá, no trecho das obras de desassoreamento.

500 quilos de sementes para a forração das margens do rio. Foto: Marcelo Pakinha

Azevém

Inicialmente foram semeados 50 quilos de semente de azevém em uma extensão aproximada de 600 metros do leito do rio já desassoreada. Este mesmo trabalho será realizado trecho por trecho, ao longo dos 10km de extensão de todo o rio.

Sobre Milton Barao

Veja também

Leão Baio acuado na cidade, está de volta à natureza

Animal apareceu na porta de uma residência no Morro do Posto, foi examinado na Unifacvest …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: