sexta-feira , Fevereiro 23 2018

Tortenhouse

 

SEMASA TOPO

 

Home / Justiça / Bafão no Tribunal: desembargador é chamado de corrupto, safado e vagabundo

Bafão no Tribunal: desembargador é chamado de corrupto, safado e vagabundo

O advogado Felisberto Odilon Cordova, bastante conhecido em Lages por ter atuado por muito tempo aqui na cidade, virou destaque nacional

Tudo aconteceu quando ele usou seu tempo de sustentação oral, na quinta-feira (3/8), para acusar o relator do processo de pedir propina de R$ 700 mil para assinar decisão favorável. Exaltado, Felisberto Córdova declarou que o julgamento na 1ª Câmara Cível é “comprado” e chamou o desembargador Eduardo Gallo de “vagabundo”, “safado” e “descarado”.

Córdova disse que foi procurado por uma pessoa do Rio de Janeiro e que recebeu “contraproposta” diretamente em seu escritório, em favor do desembargador. Por isso, considerou o julgamento nulo e disse que o Ministério Público deveria investigar o caso, em nome da moralidade.

Gallo respondeu que nunca havia sido xingado durante seus 25 anos de carreira e, por verificar “nítido excesso” no comportamento do advogado, pediu que o profissional fosse preso. O presidente do colegiado, desembargador Raulino Brunning, preferiu adiar a análise do processo e oficiar o MP e a seccional da Ordem dos Advogados do Brasil.

Córdova foi retirado da sala por colegas. Segundo o jornalista Rafael Martini, do Diário Catarinense, o caso envolve uma disputa de R$ 35 milhões em execução de honorários, e a OAB-SC já instaurou comissão para apurar os fatos. Já o presidente em exercício do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, desembargador Alexandre d’Ivanenko, declarou que só vai se manifestar depois de analisar o episódio.

Desembargador Gallo

O desembargador Eduardo Mattos Gallo Júnior, que foi acusado pelo advogado Felisberto Córdova de cobrar propina para julgar um processo, parece que gosta de um barraco.  Em março deste ano (2017) o desembargador Gallo publicou um vídeo na Net quando aparece aparece mostrando vários machucados pelo corpo, que seriam uma surra que ele sofreu da ex-companheira, Liliane Mello.

Sobre Milton Barao

Veja também

Ruas fechadas por ordem do MPSC

Por determinação do Ministério Público, a Diretran está informando que o trânsito será interrompido nesta …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: