quinta-feira , setembro 21 2017
Home / Polícia / Acidente envolve quatro veículos na Papa João XXIII

Acidente envolve quatro veículos na Papa João XXIII

Se envolveram no acidente um HB20 que seguia ao lado da caminhonete que bateu no Prisma e tombou. O Prisma bateu em um portão, que caiu em cima de um Uno Vivace

Um acidente de trânsito com vítimas aconteceu na tarde de terça-feira, na Avenida Papa João XXIII, proximidades da Secretaria Municipal de Educação e envolveu nada menos que quatro veículos.

Segundo relato de populares que presenciaram a cena, o veículo HB20, com placas de Lages e conduzido por Rodrigo Madruga Soares, descia a avenida pela pista da esquerda, enquanto ao seu lado descia uma caminhonete placas MJL-9315, dirigida por Caroline Malinoski Patrício.

Foi quando no entroncamento da Rua Joaquim Pinto Arruda, que fica ao lado da Secretaria, um veículo Prisma estava entrando na garagem de um condomínio e a motorista da caminhonete se assustou e acabou tombando. Ainda acertou o Prisma que derrubou o portão do conjunto residencial.

O portão caiu em cima de um outro veículo, um Uno Vivace, que estava estacionado no pátio. A condutora da caminhonete teve ferimentos e precisou atendimento médico.

Reclamação

O repórter Jatir Fernandes esteve no local e ouvir a reclamação dos moradores que alegam que o número de acidente na avenida aumentou depois das modificações feitas pela Direran.

Com informações: Notícia no Ato/Jatir Fernandes

Especial para o pontoDOC

Sobre Milton Barao

Veja também

Gaúchos roubam carro em Lages e são presos em Vacaria

Paulo Sérgio, vulgo Galo, natural de Vacaria, e Darlan, de Passo Fundo, vieram roubar carros …

Um Comentário

  1. Jacinto Bet

    Barão, infelizmente nos que fazemos transito em Lages temos que tolerar algumas reclamações sem pé nem cabeça, mas sim com o intuito de denegrir nosso trabalho. Imagine o tamanho do desconhecimento de quem fez a reclamação que os acidentes na Av. Papa João xxiii aumentou por causa das intervenções feitas pela Diretran. Olha a ignorância (do verbo ignorar) deste reclamante. Primeiro, o acidente se foi cometido conforme o relatado, foi pura imprudência de quem invadiu uma pista de rolamento sem a devida preocupação de segurança. Segunda, a única intervenção que fizemos, por enquanto foi o alargamento da ponte do rio Caraha para os veículos passarem com maior segurança e fluidez. Me parece que a distancia entre o acidente e a intervenção feita se aproxima de 01 (hum) quilometro. Me poupem né?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *