sexta-feira , Fevereiro 23 2018

Tortenhaus + terneiros

 

SEMASA TOPO

 

Home / Economia / Duas leis para o mesmo queijo

Duas leis para o mesmo queijo

Surgiu um questionamento quando da divulgação pelo governo do Estado, de que foi sancionada a lei do queijo na terça-feira, 16, e publicada no Diário Oficial a lei número 17.486, de autoria do deputado estadual João Amin

Estadual

Portanto, essa é uma lei que vale para todos os municípios catarinenses, já que uma lei semelhante, porém válida especificamente para a Serra Catarinense já havia sido aprovada.

Serra Catarinense

A lei do deputado Gabriel Ribeiro (de 2016 e regulamentada em agosto de 2017) é específica para os 18 municípios serranos e resgata 250 anos de história, que vem dos tropeiros, na formação de municípios serranos.

A lei do João Amin foi elaborada no ano passado e é muito semelhante tecnicamente a do Gabriel. Basicamente, amplia para o resto do Estado o direito de se elaborar queijo a partir do leite cru.

Queijo Artesanal Serrano

É um produto vinculado aos territórios da Serra Catarinense e aos Campos de Cima da Serra no Rio Grande do Sul. Artesanal, de pequena escala, fabricado com o leite cru integral da propriedade, tendo como base de alimentação as pastagens nativas.

Lei do João

A lei do deputado João Amin e que foi sancionada agora é mais ampla, regulamenta a atividade de forma mais abrangente. Não trata de um produto que pelo seu processo de cura e produção fica especificado como “Queijo Serrano”.

Serra da Canastra

Detalhe é que ambas se baseiam na lei que regulamentou a nomenclatura dos queijos da Serra da Canastra, de Minas Gerais.

 

 

Sobre Milton Barao

Veja também

Restaurante La Central tem Festival de Trutas

A Agência #BM3ComunicaçãoCriativa esteve presente como convidada especial para o almoço da Imprensa no mais …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: