sexta-feira , Fevereiro 23 2018

Tortenhouse

 

SEMASA TOPO

 

Home / Defesa Civil / Lugar de araucária é na floresta, na cidade oferece perigo

Lugar de araucária é na floresta, na cidade oferece perigo

Acabar com uma floresta de mata nativa, ciliar ou de espécies raras, realmente é um ato insano, que merece punição. Porém existem situações inversas, como o corte de araucárias em pequenas propriedades e em áreas urbanas, que são perfeitamente legais, tendo em vista o risco que oferecem.

Foi o caso do corte de algumas delas, na Rua 7 de Setembro, ao lado de um supermercado. Para o procedimento, o proprietário do imóvel se municiou das licenças necessárias e tudo foi feito de acordo com a legislação vigente.

Evidente que as imagens de araucárias chamam atenção, justamente pelo fato de sabermos que florestas inteiras foram dizimadas, porém convém lembrar que o Código Florestal Brasileiro é um dos mais severos do mundo.

Geração Mi Mi Mi

Por isso mesmo, convém saber diferenciar do que é legal e do que é crime ambiental, pois essa mesma “Geração Mi Mi Mi” é incapaz de cuidar das árvores plantadas nas ruas da cidade, porém vai para a internet fazer “bafão” naquilo que é legal.

 

#BM3ComunicaçãoCriativa

Sobre Milton Barao

Veja também

Vento derruba estrutura externa de shows no Shopping

Desde o início da tarde deste domingo (17) a Defesa Civil de SC está emitindo …

Um Comentário

  1. Nevio S. filho

    Não me parece uma questão de Mi MI MI, pois ´são discursos opostos, mas com nexos de causa, o que complica em Lages é que por comodismo da prefeitura ou por não quererem se complicarem com proprietários sem nenhum conhecimento ambiental ou birrentos, não temos um código ambiental eficiente e que produza resultados fáticos, ou seja que funcione, as vezes observo na cidade áreas verdes que são derrubadas rapidamente e que ficam depois durante vários anos vazias sem construir nada, isso também é um ato insano, se não vai construir para que derrubar. Se houvesse esse código poderia haver uma catalogação das áreas de risco ou as que poderiam serem recuperadas, existem cidades ditas, jardins, que possuem em suas áreas urbanas, araucárias e parque urbanos que não causam conflitos aos habitantes só trazem benefícios, somos uma cidade careca, sem cobertura vegetal alguma, sem parques urbanos, com um calor infernal no verão e simplesmente fugimos deste compromisso, porque elaborar códigos é trabalhoso e alguém deve fazer isso, enquanto não houver um código ambiental e uma Fátima liberando licenças a Deus dará, tudo vai ser MiMiMi e nada se resolverá, ou acho que para Lages é difícil isso e acharemos bonito derrubar áreas verdes somente para especulação ou deixar o terreno vazio, triste cidade que acha terrenos vazios bonitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: