sábado , junho 24 2017
Home / Milton Barao

Milton Barao

Com Fundam 2 vamos recuperar as ruas, diz Ceron 


Para o prefeito Antonio Ceron o Fundam 2 é uma grande oportunidade para a execução de importantes obras de infraestrutura na cidade. 

Pavimentação 

O prefeito ressaltou que já existem os projetos executivos de pavimentação das vias como, por exemplo, por onde passa o transporte urbano coletivo. 

76 ruas

“São 76 ruas em diversos bairros e que irão atender às necessidades da comunidade. São projetos que serão executados através do Fundam 2, da economia dos gastos públicos e via Ministério das Cidades. 

Maior investimento da história 

Faremos assim, o maior investimento de pavimentação já visto em Lages nestes 251 anos de história”.
Fotos: Greick Pacheco e Divulgação 

Comunidade de Machados isolada por falta de balsa

​Balsa na localidade de Machados em Campo Belo do Sul é interditada pela Defesa Civil

A defesa Civil do Município, comunicou na manhã desta sexta (23), que a Balsa na localidade de Machados em Campo Belo do Sul, está interditada.

A localidade que faz divisa entre os Municípios de Campo Belo do Sul e São José do Cerrito, travessia do Rio Caveiras, está interditada desde quinta (14), sendo proibido a travessia de qualquer tipo de veículo e de pessoas, devido ao risco que oferece.

Tempo indeterminado 

A balsa está interditada por tempo indeterminado, até que o nível das águas baixe para iniciar os reparos, não há uma previsão no momento para voltar a funcionar.

Fotos: Sarah Dutra

Apenas três municípios não apresentaram projetos para Fundam

Governador Raimundo Colombo apresenta a segunda edição do Fundam aos prefeitos da Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures), em Lages.
Durante a apresentação do  Fundam II, o governador revelou que dos 295 municípios catarinenses, apenas três não apresentaram projetos. 

Com relação aos valores que serão destinados a cada município o governador adiantou que isto ainda não está definido, e que nestas reuniões estão sendo apresentados os projetos e prioridades. 

Mínimo de 800 mil

Disse ainda que até o final de julho ou início de agosto, após 21 reuniões regionais, tudo deverá estar definido, e o Governo poderá autorizar as contratações das obras, a partir dos projetos a serem apresentados pelos municípios. “O menor valor será de R$ 800 mil para que cada Prefeitura aplique no que entender ser o melhor”, salientou.


Fotos: Pablo Gomes/ADR

Colombo abre cofre para investimentos com Fundam II

Governador Raimundo Colombo terá encontro nesta sexta-feira (23), com os prefeitos da Serra Catarinense. eles confirmaram presença no auditório do Orion Parque, a partir das 16h

Na oportunidade, Colombo fará anuncio oficial que o governo do Estado pretende investir R$ 700 milhões dentro do Fundam II. O restante do recurso de 1,5 bilhão vai para outras ações do governo em áreas como segurança pública, educação especial, justiça e cidadania, turismo, cultura, esporte, saúde e infraestrutura.

Amures

Segundo levantamento prévio realizado pela Amures, pelo menos 80% dos prefeitos deve destinar os recursos do Fundam para obras de infraestrutura como estradas e pavimentações. Inclusive já houve contratação de uma nova equipe de engenharia pela Amures, a pedido do presidente prefeito Luiz Carlos Xavier, para atender os municípios com vistas às demandas e urgências do Fundam.

 

Com informações: Amures

Enquanto vizinhos financiam folha, SC investe 800 milhões

Para Lages a expectativa é de 50 milhões de reais para investimentos em infraestrutura

Santa Catarina é considerado hoje o melhor Estado do Brasil em gestão pública. Enquanto a maioria dos Estados vai atrás de financiamento para pagar salários aqui a Assembléia Legislativa aprovou dinheiro para investimentos.

Serão 1,5 bilhão em empréstimos junto ao Banco do Brasil e ao BNDES.  A intenção do governador Raimundo Colombo é utilizar 800 milhões a serem captados junto ao Banco do Brasil para obras em diversas áreas, enquanto outros 700 milhões viriam do BNDES para serem distribuídos às 295 prefeituras catarinenses através do Fundam.

Parecia festa infantil de tão sossegada

A Polícia Civil divulgou relatório de atividades durante a 29ª Festa Nacional do Pinhão. Foram 10 dias de presença ostensiva, inclusive com delegacia própria dentro do Parque Conta Dinheiro, mas o que surpreende mesmo é o baixíssimo numero de ocorrências, dando impressão de uma “festa infantil”, de tão sossegada.

Em resumo:

12 celulares furtados

05 Ameaças

01 Via de fato

Senão vejamos:

Durante a festa os trabalhos policiais foram concentrados na Delegacia de Polícia do Parque, Central de Polícia e Divisão de Investigação Criminal, sendo que nos 10 dias de festividade passaram pelo parque milhares de pessoas.

Reforço

Houve o deslocamento de policiais civis da 8ª Região Policial para Lages, com o intuito de reforçar o contingente, perfazendo uma cobertura maior no território.

60 policiais civis

O efetivo total de policiais girou em torno de 60 (sessenta) policiais civis, sendo que diariamente foi efetuado rodízio com efetivo de 15(quinze policiais) policiais aproximadamente, somados aqueles nos três setores envolvidos.

 

Fonte: Polícia Civil/8a. DRP

Delegada Luciana Rodermel

Com voto contra de Jair, contas de Elizeu/Toni são aprovadas

As contas da Prefeitura, relativas ao exercício de 2015, último ano da administração de Elizeu e Toni, foram aprovadas na sessão de segunda-feira (19) pela Câmara de Vereadores.

A aprovação segue o parecer do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina (TCE-SC), que já havia sinalizado pela decisão, apesar das ressalvas. A votação contou com 14 votos favoráveis e um contrário, do vereador Jair Junior (PSD). Aliás, essa tem sido a postura do edil, de ser contrário a tudo e a todos.

Como disse o líder do governo, vereador Gerson ao Portal, se não havia recomendação de reprovação por parte do Tribunal de Contas, mas ressalvas, já que se não havia verbas, não havia despesas, Câmara de Lages manteve a aprovação do relatório.

O valor de quem acredita: Zanoello

O Valor de Quem acredita é uma websérie composta por sete episódios. Nesse primeiro episódio, a história de uma empresa genuinamente lageana: Zanoello

Nos espisódios são mostradas histórias de empreendedores catarinenses que, com ajuda do Badesc, conseguiram transformar seus negócios e impulsionar a economia do nosso estado.

Este primeiro episódio mostra como o Badesc ajudou a empresa de Léo Zanoello a sair de um pequeno quarto de 2x3m e chegar a mais de 18 países em todos os continentes.

Fonte: Badesc/campanha o valor de quem acredita

 

Havia necessidade de carrinhos de golfe?

Ninguém é contra ter uma visão de cidade grande, de mega evento, ou de qualquer outra modernidade recorrente. O fato, sobre os tais carrinhos de golfe que levavam e traziam as pessoas ao backstage, é que “podam” sim, a circulação desse público no parque como um todo.

E ninguém é “neném” ou nasceu ontem: Essa “poda” é proposital! Assim, fica claro que temos dois eventos: um dentro do Backstage e outro fora.

E a NOSSA Festa do Pinhão é um todo! Um todo que tem 29 anos, e não apenas quatro! Portanto, vale começar a abrir bem os olhos e perceber que o montante principal da festa está fora dos portões elitizados do Backstage.

Não fosse assim, não teria havido uma corrida desesperada de distribuição de “pulseirinhas de ouro” na noite de quinta, fazendo com que os “mortais” que estavam fora, pudessem atravessar o portal “encantado”.

Tudo isso porque o Backstage estava vazio! Portanto, calçar as sandálias da humildade, é por vezes um ato de necessidade.

E nesse caso, está impresso na sandália: A Festa do Pinhão é de Lages! Do povo lageano!

Seja a pé ou em carrinhos de golfe…

 

Fonte: Coluna Débora Bombilio/CL, 22 junho 2017

Foi desviar da balança e caiu na ponte 


​A esperteza do motorista do motorista desse bitrem , com placas de Presidente Getúlio acabou resultado em um prejuízo enorme.

Tudo aconteceu na estrada do Morro do Vau, na localidade de Rancho de tábuas, quando esse bitrem tentou escapar da balança móvel da Policia Rodoviária que estava na localidade de Índios. 

O motorista sabendo do peso muito acima do permitido, tratou de escapar da balança e desviando o caminho, passou pela ponte, a qual simplesmente não resistiu ao excesso de peso da carga de pinus e quebrou. 
É como diz o ditado: o prejuízo veio à cavalo, ou nesse caso, de bitrem…

Fotos: divulgação 

Descarrilamento de trem no Tronco Sul


​Na tarde desta quarta-feira, 21, o Águia 04 prestou suporte aéreo no atendimento de um descarrilamento de trem na linha férrea tronco sul, entre a Estação Sargento Queiroz e o ferroduto que transpassa o rio Pelotas no município de Capão Alto. 


Neste tipo de situação, os esforços principais foram no sentido de efetuar o resgate/salvamento de possíveis vítimas, já que o acidente foi em um local de difícil acesso, bem como conduzir o efetivo da Polícia Militar Ambiental de Lages para verificar e registrar possíveis danos ambientais. 

No local não foram encontradas vítimas e a empresa responsável já estava providenciando as ações e comunicações aos órgãos competentes. 
Com informações: 5a Cia Aviação PMSC 

TRAGÉDIA: três morrem eletrocutados na Palmeira

Policiais de Palmeira, distante 30 km de Lages, atenderam uma ocorrência gravíssima na manhã desta quarta-feira, 21

O acidente foi na estrada geral de Palmeira e vitimou quatro homens de choque elétrico. Eles estavam cavando um buraco para colocal um poste de energia ao lado de uma rede elétrica, porém ao posicionar o poste no buraco acabaram encostando no fio de alta tensão, e consequentemente a descarga elétrica.

Joarez Vaz Macedo, Osmar Pereira da Cruz e Diego Hamann foram a óbito no local e a outra vítima foi conduzida ao Hospital Santa Clara (Otacílio Costa) pela viatura da Polícia Rodoviária Estadual que estava próxima do local. Ele foi identificado como sendo Lucas Muniz da Costa, 18 anos.

INTERIOR: Uma turma nas estradas e outra nas pontes

Para dar mais agilidade, já que a enchente de junho deixou um rastro de destruição, tanto na cidade como no interior, a solução foi se dividir em turmas para o trabalho de recuperação

Estradas e pontes

Assim, o secretário Uncini e o diretor David foram ficaram encarregados das estradas, enquanto Polaco se encarregou das pontes. E mãos à obra, diz Polaco, já que tem de aproveitar esses poucos dias de sol, já que o Inverno promete ser rigoroso e ainda nem começou a estação das chuvas (agosto).

Até finais de semana

As equipes estão no trecho até nos finais de semana, para a manutenção e concervação das estradas, como na ponte da localidade de Raposo, que foi feita nova, a ponte do rio Pelotinhas da estrada da Vigia, e a estrada da Ilhota, ali na localidade de Santa Terezinha do Salto.

Foram feitos os levantamentos da estrutura de cada ponte para troca e concerto como as vigas de sustentação e pranchas de passagem para os usuários, e nas estradas.

“Também é feito a colocação de britas, retirada do excesso de barro, e os cantos das estradas ficam em condições de trafegabilidade para a comunidade, para quando chover novamente a água poder fluir melhor”, explica o secretário Uncini sobre a recuperação das estradas.

Fotos: Robinson Spuldaro/Agricultura

Gastronomia da Festa dá cobertores para atingidos

Atingidos pelas enchentes receberão cobertores dos operadores de gastronomia da Festa do Pinhão

Representantes dos mais de 40 boxes de alimentação e bebidas instalados no Parque de Exposições Conta Dinheiro reuniram-se para compra de 100 cobertores. Os revendedores de comidas e bebidas no parque se organizaram e destinaram parte de seus lucros para a compra de 100 cobertores com o objetivo de chegar às famílias necessitadas.

Segundo o diretor da ArtGrupo, Estevan da Silva, cerca de R$ 3 mil foram arrecadados com os vendedores para a compra dos cobertores que foram entregues na tarde desta terça-feira (20) na Fundação Cultural para o superintendente Gilberto Ronconi. Na ocasião, Jean Lisboa, também da Artgrupo, formalizou a entrega.

 

Foto: Fabrício Furtado/FCL

A Festa é nossa, mas precisa deselitizar

Não precisamos de uma festa com tanta frescura, ao ponto de ter carrinhos de golf para levar a elite para o backstage em carrinhos de golf e depois do show trazer de volta, sem dar sequer uma voltinha pelos boxes de gastronomia

Personalidades

Esse pessoal entra e sai dos camarotes sem sequer gastar um centavo dentro do Parque, são tratados como personalidades de uma outra festa, como se fosse uma Villa Mix. Esse é um dos motivos do ingresso para o povão ser tão caro.

Parte cultural

Precisamos sim que a Prefeitura assuma definitivamente a parte cultural dentro do Parque, já que a Gaby se preocupa apenas em elitizar e ganhar dinheiro. No meu entendimento a festa ta muito “cheia de frescura”.

Coisas nossas

Tenho saudade dos bailões na Casa da Tradição, no Palco Nativista, da Rua da Paquera, da Gaudence, do Café Pinhão, enfim… das coisas da terra. Hoje é um tal de backstage, DJ fulano, camarote vip, e muitas outras coisas que o lageano sequer tem acesso.

Palco Alternativo

Não. A festa é nossa, e que a Fundação Cultural assuma toda essa parte de cultura, de shows nativistas, de Sapecada, de Pavilhão Cultural, e principalmente traga de volta o Palco Alternativo (que saudade).

Fogos

Afinal, a Fundação já cuida da Saúde, do policiamento militar, da Sapecada, da infraestrutura, do Meio Ambiente, da Realeza, etc, etc, etc. E que a Prefeitura retome o controle, pois até o pedido do prefeito Ceron para não ter fogos não foi atendido (que feio).

Camarotes

Aliás, é pertinente reproduzir a reclamação de um grande empresário de Joaçaba, e integrante da CDL daquela cidade. Senão vejamos: