quarta-feira , agosto 23 2017
Home / Economia (página 10)

Economia

Procuradoria da Fazenda Nacional fecha e transfere para Joaçaba

A Procuradoria da Fazenda Nacional tem seccionais em SC nos municípios de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Itajaí, Joaçaba, Joinvile e Lages, além da Capital

Foto: Google/Gabinete da Procuradoria na Rua Coronel Córdova, 423. Centro, Lages – SC

No final de dezembro o Portal obteve informação de que a seccional de Lages estava fechando as portas e as atividades e o Procurador e demais funcionários haviam sido transferidos para Joaçaba. Nada contra, mas Joaçaba é uma cidade de pequeno porte, em relação a Lages, com 24.850 habitantes (IBGE/2016).

Confirmação

Diante de nova informação do fechamento, então nesta segunda-feira procuramos a deputada federal Carmen Zanotto e repassamos a triste notícia. A deputada recebeu a confirmação do fechamento diretamente do Procurador Daniel Oliveira Teles de Menezes.

A deputada solicitou o documento oficial recebido, e nos informou que irá manter contato com o Ministro da Fazenda, sabendo de antemão que existe o corte de gastos, mas é justamente nesse caso a nossa estranheza, pois fecha a seccional de Lages, com 180 mil habitantes e transfere para uma cidade quase cinco vezes menor…

Burocracia trava até corte de árvores nas rodovias

Para que o corte das árvores ao longo da rodovia é necessário até inventário florestal das espécies e uma licitação. Ou seja, gabinetes refrigerados e muita burocracia

A deputada Carmen Zanotto esteve no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em Florianópolis, onde praticamente implorou pelo corte de árvores ao longo da rodovia BR 282. o encontro reuniu  o superintendente do DNIT – SC, Vissilar Pretto, engenheiro Ronaldo Carioni Barbosa e o deputado Jorginho Mello.

Inventário

Para que o corte seja feito é preciso fazer um inventário florestal das espécies, para a realização deste trabalho também é necessário que haja uma licitação e depois outra licitação para o corte das árvores.

Fotos: Zé Rabelo

Diárias para DNIT vir explicar cancelamento licitação passarelas

Por falar em competência e agilidade, chega a soar como deboche ou ultraje a informação vinda de Brasília: “Ficou definido que um representante do DNIT de Brasília e também um de Florianópolis estarão em Lages, ainda este mês, para esclarecer os encaminhamentos que estão sendo realizados para as soluções destas demandas, pois elas não podem esperar e precisam de uma resolução imediata”.

Essa informação foi dada pessoalmente para a deputada Carmen Zanotto, que foi cobrar do órgão as respostas para a licitação das passarelas.

E digo deboche, pois não vejo razão nenhuma para os técnicos pegarem diárias milionárias para vir da Capital Federal até Lages para explicar os motivos do cancelamento da licitação. Oras bolas, será que a superintendência estadual serve apenas para enfeite.

Realmente a “turma de Brasília” é fogo, já dizia um tarimbado político locall…

Retomada obras Avenida das Torres ainda em janeiro

Segundo o secretário Claiton Bortoluzzi, o prefeito Ceron está trabalhando na busca de novos recursos financeiros para a retomada das obras, se possível, ainda em janeiro

O secretário de Planejamento e Infraestrutura Claiton Bortoluzzi convocou o representante da empresa CCL, responsável pela obra para, in loco, avaliar a situação da Avenida das Torres, entre a rótula do Shopping e a Avenida 31 de Março.

Ordem Serviço

No ano passado foi dada ordem de serviço para que a obra fosse retomada, a partir de um contrato de R$ 397 mil com a Prefeitura. Porém, foi executada somente a drenagem, o que ocasionou os problemas com a poeira e a lama.

Bloqueio pelos moradores

Em dezembro, os moradores revoltados com a situação acabaram bloqueando a passagem dos veículos pela avenida. O bloqueio continua e os moradores exigem providências.

Revisão urgente

Preocupado, o prefeito Antonio Ceron constatou que o projeto atual precisa de uma revisão e determinou que ela fosse feita de forma imediata, pois, está muito aquém da realidade, devido ao grande movimento na Avenida com a passagem, inclusive, de muitos veículos pesados.

 

Comunicação PML

Descaracterização do primeiro edifício de Lages

Quando os proprietários do Edifício Dr Acácio, no outro lado do Calçadão, precisaram contratar uma empresa para fazer a reforma, pois estava desabando pedaços do reboco, apareceu até o secretário da Seplan, além do Conselho do Patrimônio Histórico. Foi determinado o embargo das obras e o consequente “tombamento”, por conta dos proprietários.

Banco Inco

Já, do outro lado do Calçadão, no primeiro edifício construído em Lages, na época do Ciclo de Ouro da Madeira, e destinado ao Banco Inco. Depois ao Bradesco e por fim ao Banco Mercantil, foi alugado para uma farmácia.

Reforma em andamento, com abertura de novas portas e colocação de placas de propaganda escondendo toda a fachada

Art Decò

Só que foi totalmente descaracterizado, com abertura de novas portas e cheio de placas de propaganda (cadê a lei do shopping à céu aberto que iria regulamentar a propaganda nos prédios de Art Decò?).

Conselho

Aliás, onde está o Conselho do Patrimônio, pois a reforma está em andamento e ainda em tempo de retirar as placas que ocupam toda a fachada do primeiro prédio da cidade?

Contraponto

O prédio do Antigo Banco Mercantil e Banco Inco, já passou outras vezes por mudanças em sua fachada. Num estudo recente feito por pesquisadores e técnicos da UFSC, o referido prédio não entrou na lista que o caracterizasse com Art Déco.

Assim, o bem não é tombado pelo Patrimônio Histórico Cultural, ou seja, se proprietário e moradores concordarem com mudanças, eles poderão fazê-lo, “desde sigam as normas do Plano Diretor do Município, principalmente no que se refere a comunicação visual, informa o diretor interino da Fundação Cultural, Giba Ronconi.

Nasceu banco, quase virou farmácia. E agora?

 

Ainda não está bem definido o que irá funcionar no saudoso Banco Inco, do Ciclo de Ouro da Madeira, e que depois virou Bradesco e por ultimo o Banco Mercantil do Brasil.

Como o MB fechou a agência, chegou-se a anunciar mais uma farmácia, de uma famosa rede. Mas a julgar pelas placas brancas e portas fechadas, parece que não será bem isso.

Alguém sabe?

 

Foto: José Wanderley Pereira

Nossos japoneses são melhores: 24h para recuperar a 116

Se a recuperação de uma estrada onde abriu uma cratera no Japão foi notícia até no Jornal Nacional e viralizou no Facebook, quero ver se o reparo da cratera na BR 116 (km 294 em Capão Alto), próximo da divisa entre SC e RS terá o mesmo destaque.

Isso pelo simples fato que lá no Japão demoraram uma semana para tapar o buraco na estrada, enquanto aqui a concessionária da rodovia demorou apenas 24 HORAS.

Sinais da crise

Clientes que compraram na loja Paqueta (material esportivo/calçados), do Lages Garden Shopping, recebiam o aviso de que não poderiam fazer a troca dos produtos, pós natal, pois a loja estaria fechada a partir do dia 26. Essa é uma rede tradicional de lojas do Rio Grande do Sul. O Grupo Paquetá nasceu em 1945, em Sapiranga, RS.

 

Imagem ilustrativa

DNIT faz enroleixon e cancela licitação passarelas da 282

Passarela em construção dentro da travessia urbana de Tubarão e faz parte das obras de arte especiais do lote de estruturas complementares à duplicação da BR-101 Sul, no trecho catarinense.

Licitação do dia 29 de novembro foi anulada, pelo fato das empresas terem apresentado valores muito superiores aos orçados no projeto. Enquanto isso, obras semelhantes, ou seja, passarelas estão sendo construídas ao longo da BR 101 em todo o litoral catarinense.

“Enroleixon”

E já que essa informação do cancelamento e nova licitação foi repassada para a deputada federal Carmen Zanotto, que está acompanhando o processo, a população lageana pede, encarecidamente, que a representante veja o que está acontecendo na verdade. Afinal, essa história de anulação mais parece um “enrolation”, ou “enroleixon”…

Explicação de Brasília

“Lamento que não tivemos sucesso neste processo licitatório pelo preço superior do previsto no orçamento, pois as passarelas são extremamente importantes para a segurança dos pedestres. Porém, continuarei cobrando junto ao DNIT uma solução o mais rápido possível”, afirmou a deputada Carmen.

Nova licitação

Após a reanálise do orçamento será agendada uma nova licitação para a contratação da empresa que vai construir as passarelas. No entanto, ainda não há um prazo definido.

Cinco passarelas

Estão previstas cinco passarelas para a travessia entre os bairros Santa Maria e Gethal (nas proximidades da Rua Campos Sales), Frei Rogério/ Passo Fundo, localidade de Índios, Bates/Vila Mariza e São Francisco/ São Paulo.

Mega Bebidas ganha terreno e investe 20 milhões

A Mega Bebidas deixará de pagar aluguel do barracão onde está hoje em dia, e poderá investir em sua nova sede. O incremento de retorno do ICMS será estimulante ao desenvolvimento, afirmou o prefeito Toni durante ato na tarde desta quinta-feira.

O ato em questão foi para assinatura de decreto concedendo incentivos econômicos à Mega Distribuidora e Logística. A empresa detém a distribuição exclusiva da Coca-Cola na Serra Catarinense.

O incentivo econômico oferecido se refere à doação de uma área  de 8.457,50 m², localizada à rua Clélio Miola, bairro Área Industrial. A empresa deixará de pagar aluguel do barracão onde está hoje em dia, e poderá investir em sua nova sede.

 

Com informações: Comunicação PML

Servidores estão com salário dezembro na conta

Governo do Estado antecipou pagamento de dezembro para esta quarta-feira

Com dez dias de antecedência o Governo do Estado depositou nesta quarta-feira, 21, os salários de dezembro na conta dos 156 mil servidores públicos ativos e inativos de Santa Catarina.

Segundo cálculos da Secretaria de Estado da Fazenda, a medida coloca R$ 2,18 bilhões na economia catarinense num intervalo de 21 dias. A conta considera o salário de novembro (R$ 875 milhões), a parcela do 13º (R$ 390 milhões) paga dia 14 de dezembro e a antecipação do salário de dezembro (R$ 910 milhões).

CRONOGRAMA DE PAGAMENTOS

30 DE NOVEMBRO

Pagamento do salário de NOVEMBRO: R$ 875 MILHÕES

14 DE DEZEMBRO

Pagamento da segunda parcela do 13º SALÁRIO: R$ 390 MILHÕES

21 DE DEZEMBRO

Pagamento do salário de DEZEMBRO: R$ 910 MILHÕES

TOTAL: R$ 2,18 BILHÕES EM 21 DIAS

 

Fonte: Assessoria de Comunicação/SEF/Aline Cabral Vaz

Deve passar de 200 farmácias em Lages, e cada dia tem mais

Na ultima contagem que tive acesso, eram 180 farmácias em Lages. Mas isso foi ano passado e de lá para cá não teve um mês que não abrisse uma nova.

A mais recente, que nem está pronta era na Avenida Presidente Vargas, no antigo Supermercado Alvorada. Era, pois já tem outra, no antigo Banco Mercantil, cuja sala está em reforma. E vai ficar entre outras duas (Catarinense e SuperFarma).

Chega a ser divertido, não fosse o caso de merecer uma tese de doutorado para analisar cientificamente os motivos de tanta farmácia em Lages.

 

Foto: José Wanderley Pereira

Emenda parlamentar para manutenção do Terminal Rodoviário

Prefeito Toni recebeu o gerente geral da Caixa em Lages, Luís Antônio de Andrade, para tratar da destinação de recursos financeiros para a revitalização da estrutura física do Terminal Rodoviário Dom Honorato Piazera.

Trata-se de um convênio com a Caixa, objeto de emenda parlamentar orçamentária do senador Dário Berger no valor de R$ 487,5 mil. O projeto, elaborado pela Seplan, será encaminhado ao setor de Licitações e Contratos, para início, ainda este ano, das tratativas de abertura de processo licitatório para escolha da empresa empreiteira das obras.

Taxa de Embarque

O curioso é que o Terminal Rodoviário tem cobrança da taxa de embarque, no valor de R$ 3,80, cujo bolo deve ser considerável, e deveria ser aplicado justamente na manutenção. O espaço deveria ser um verdadeiro “cartão de visitar”. Mas começa pela pintura, que como pode se ver na foto, ainda é a original, da sua inauguração…

Neste Natal, compras até 23h no Lages Garden Shopping

Os clientes de Lages e cidades vizinhas terão um motivo a mais para aproveitar o horário especial da abertura das lojas e fazer suas compras de fim de ano. A partir deste sábado (17), o Lages Garden Shopping terá atendimento especial até o dia 31 de dezembro.

Das 10h às 23h

Até o dia 23 de dezembro, as lojas e praça de alimentação abrem às 10h e encerram as atividades às 23h. Nas vésperas de Natal (24) e Ano Novo (31), o empreendimento começa o atendimento ao público às 10h e termina às 17h.

Natal e Ano Novo

O shopping estará fechado nos dias de Natal (25) e de confraternização universal (1). No período de 26 a 30 de dezembro, o shopping funcionará no horário normal, das 10h às 22h.

Cinemark

No período de 17 de dezembro a 1 de janeiro, as salas de cinema funcionarão conforme programação do Cinemark.

Com informações: Catarinas Comunicação

Lages ocupa 8ª posição no ICMS para 2017

A Secretaria de Estado da Fazenda publico nesta quinta-feira, 15, o Índice de Participação dos Municípios (IPM) na arrecadação do ICMS de 2015 e que será repassado ao longo de 2017.

maior-retorno-icms

A exemplo do que ocorreu no ano anterior, Joinville, Itajaí e Blumenau terão as maiores participações no montante. Lages se mantém na oitava posição, recuperando a dianteira sobre Criciúma.

Destaques: Araquari e Abdon Batista

A maior variação positiva do IPM 2017 é de Araquari, que registrou crescimento de 24,2%. O número é reflexo da instalação da fábrica da BMW. Porto Belo (18,7%) e Abdon Batista (18,7%) dividem a segunda colocação.

Ranking

Mesmo com queda de 3,8% no IPM, Joinville (9,07%) lidera o ranking e é a cidade catarinense que terá a maior participação de ICMS em 2017, à frente de Itajaí (7,1%), Blumenau (4,8%). Lages (3,3%), na oitava posição.

centro_de_inovacao_de_lages_orion_-_foto_-_julio_cavalheiro_secom_2

Maior queda: Bom Jardim da Serra

A lista dos municípios com as maiores quedas é encabeçada por Bom Jardim da Serra (-13,6%), que deve receber R$ 779,9 mil a menos em participação no ICMS do que em 2016. O desempenho é atribuído à queda na produção de energia eólica em 2015, ano base para o cálculo do repasse que será realizado em 2017.

Rio Rufino entre os menores

Os municípios de Pescaria Brava (0,05%), Matos Costa (0,060%) e Rio Rufino (0,06%) tem as menores participações entre os 295 municípios catarinenses.

 

Fonte: Governo do Estado de SC secom@secom.sc.gov.br