terça-feira , Fevereiro 20 2018

Tortenhouse

 

SEMASA TOPO

 

posto sam rotativo

Home / Prefeito Ceron (página 3)

Prefeito Ceron

Ceron junto com Defesa Civil no plantão das chuvas

Assim como a Defesa Civil está de plantão desde o final da tarde de sexta-feira, o prefeito Ceron tem acompanhado par e passo os encaminhamentos e os trabalhos de resgate e monitoramento de rios e encostas.

Durante todo o domingo o prefeito dedicou atenção especial, deixando de lado o aconchego de casa, pois os moradores atingidos eram mais importantes do que tudo.

Interior

Além da cidade, Ceron também foi para o interior onde teve registros de alagamentos e quedas de árvores.

Os transtornos atingiram a comunidade de Cadeados, onde a água do rio Cadeados subiu 4 metros bloqueando o fluxo de veículos.

Ocorrências atendidas também em Índios, na Fazenda Ouro Preto, e na Fazenda de Pedras Brancas. Já na Fazenda Boqueirão, o rio Amola Faca está 70 cm acima do leito normal, e a água está sobre a ponte e impede o trânsito.

 

Fotos: divulgação

Professores não terão desconto do dia de greve, mediante reposição

A diretoria do Simproel foi até o gabinete do prefeito Antonio Ceron nesta quarta-feira para reivindicar uma solução amigável para os servidores que aderiram à greve geral do dia 28 de abril.

A presidente Elaine Moraes, a tesoureira Cleusa Sanzovo, e o diretor administrativo Sérgio Campos, pediram para o prefeito Antônio Ceron reavaliar a decisão de descontar o dia de trabalho.

Os membros da diretoria explicaram ao prefeito que a paralisação foi motivada por um tema de âmbito nacional: a luta contra a Reforma da Previdência.

O prefeito entendeu a explanação e determinou que o dia seja reposto ainda este mês. Dessa forma, o dia não será descontado.

 

Com informações: Assessoria Imprensa/Simproel

Ceron está fora dos conselhos Casan e Celesc

“Tem gente que ainda não desceu do palanque e por isso a fiscalização, e estão certos. Vou continuar doando salário de 16 mil e abro mão dos 6 mil dos conselhos”, afirmou o prefeito

– Na quinta-feira, quando estive em Florianópolis eu entreguei na Casa Civil o pedido de afastamento definitivo dos dois conselhos e que foi protocolado nesta segunda-feira, 15 de maio.

Motivação política

Evidentemente que há motivações políticas neste questionamento. A gente respeita, mas eu não estou aí para dar resposta política, mas de realizações e obras.

Fora dos Conselhos

“Não sou mais do conselho, embora com tranquilidade jurídica dos dois, até porque se a questão fosse financeira seria mais prático ficar com R$ 22 mil de salário e não pegar R$ 6 mil.

Picuinhas políticas

“Tem gente que ainda não desceu do palanque, mas é importante que nos ajude a fiscalizar e cada fiscalização é um comprometimento ainda maior para trabalharmos dentro da lei”, concluiu.

Ceron no Deinfra e no Iphan, para tratar da SC-390

A agenda do prefeito Ceron nesta quinta-feira na Capital foi corrida, e olha que não tinha nenhuma reunião de conselho fiscal, como pode ser observado no patrulhamento ideológico

Deinfra

No período da manhã a reunião foi na sede do Deinfra, com o presidente Wanderley Agostini e com a participação do secretário de Agricultura Oswaldo Uncini e o secretário de Planejamento e Infraestrutura, eng°. Clayton Bortoluzzi. Por um mero acaso acabaram se encontrando com o diretor da CCL Francisco Pereira.

Iphan

Na parte da tarde,  acompanhado do deputado Gabriel Ribeiro, Ceron esteve no IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico Nacional), para tratar da preservação de algumas taipas do “caminho das tropas” , necessário para o início dos trabalhos de asfaltamento da rodovia estadual SC-390, que passa pela Coxilha Rica.

 

Fotos: divulgação

Oposição quer palanque, entende Ceron

Ceron não quer dar mais “palanque” para acusações, que ele considera infundadas, e que nas considerações do Paço Municipal, tem origem no inconformismo da derrota nas urnas. Mesmo assim emitiu a  nota publicada aqui no blog, onde aponta que não existe ilegalidade, e tampouco, imoralidade.

Inconformismo

Seria um inconformismo, procurando um palanque para se manter na mídia. Tanto que nessa linha, primeiro foi questionado da “ilegalidade” da divulgação da doação do salário para entidades. O prefeito Dória faz igual e é aclamado, já em Lages é acusado de “exibicionista”.

Denuncismo

Agora essa “papelada”, que inclusive falava em denúncia no Ministério Público, como se tivesse havido um dolo ou uma apropriação indébita de proventos, mas que juridicamente não se manteve.

NOTA DE ESCLARECIMENTO: Conselhos Fiscais Celesc e Casan

Nota de Esclarecimento

Participo do Conselho Fiscal da CELESC e da CASAN desde 2013. Em março de 2016, por força da lei eleitoral, solicitei licença dessas atividades para concorrer a Prefeito. Passado o pleito, fui automaticamente reconduzido pelas referidas companhias. Importante frisar que evidentemente toda nomeação ou recondução passa pelo prévio crivo jurídico das referidas entidades.

Cabe ao Conselho Fiscal analisar a regularidade das contas da companhia, não tendo o conselheiro fiscal qualquer poder executivo, como é o caso dos membros do Conselho de Administração.

Não há, portanto, nenhuma vedação legal ao Chefe do Poder Executivo Municipal ocupar vaga em Conselho Fiscal de empresa estadual, conforme pode ser observado no Decreto Estadual nº 1.007/2016, que regulamenta no âmbito do Poder Executivo Estadual, os parágrafos 1º e 3º do art. 1º da Lei Federal nº13.303/2016, e que estabelece as regras para governança corporativa das empresas públicas e sociedades de economia mista de Santa Catarina. Também o artigo 26 da referida lei corrobora a licitude da situação. Igualmente, a lei nº 6.404/1976, a Lei das S.As, em seu artigo 162, que disciplina a formação de Conselhos Fiscais, atesta a inexistência de qualquer óbice ao exercício dessas funções por Prefeito Municipal.

O mencionado art. 38, II, da CF, não é aplicável ao caso, conforme pode ser observado mediante uma simples leitura, uma vez que diz respeito ao servidor público eleito Prefeito. Não é o caso. Conselheiro Fiscal não é servidor público, cuja característica é a definitividade.

Também não há que se falar em incompatibilidade de horários, uma vez que o Conselho Fiscal se reúne esporadicamente, não havendo conflito com a agenda pública do Prefeito.

 Isto posto, reitero meu compromisso com o respeito integral a ética e a legalidade.

Antonio Ceron

Semeando ódio, ao invés da caridade

Sinceramente não dá para entender a má fé ou negativismo das pessoas. Um caso é a doação de salário do prefeito para entidades que fazem filantropia, como é o caso da Irmandade Nossa Senhora das Graças.

Leio no Facebook o questionamento do Coronel Crisóstomo, querendo saber se Antonio Ceron recebe salário de outras instituições. Ou seja, ao invés de se juntar no auxílio, querem saber se ele tem outras fontes de renda.

Em resumo: se ele não tivesse, não iria doar o salário, pois família para sustentar. E por qual o motivo da indagação, senão o semear ódio e a discórdia, ao invés de fazer a caridade…

Salário para Irmandade N. S. das Graças ajuda, mas precisa mais

Salário de 16.500 doado esse mês para entidade que atende diariamente mais de 250 é quase nada. Você também pode ajudar

“Na condição de gestor estou com as mãos amarradas. Não tenho como passar por cima da lei do Marco Regulatório. Mas enquanto pai e cidadão posso dar minha contribuição para essa entidade que há mais de 50 anos auxilia e transforma a vida de centenas de crianças”, afirmou o prefeito Antonio Ceron ao entregar o cheque de 16.501,82.

Motivação para mais ajuda

A entrega aconteceu na sede da instituição nesta terça-feira (2). “Eu sei que essa doação não resolve o problema, mas faço isso para motivar outras pessoas”, destaca Ceron. O prefeito foi recebido pela diretora Irmã Celestina Peron e um coral de crianças atendidas pela Irmandade.

250 crianças de 12 bairros

A entidade que fica no bairro Popular, foi construída em 1949. A partir de 1990, quando entrou em vigor o Estatuto da Criança e do Adolescente, a irmandade passou a funcionar em regime de semi-internato e o número de atendimentos passou de 40 para mais de 250 crianças e adolescentes, moradoras de doze bairros da cidade.

Compromisso diário

Em tom de desabafo, Irmã Celestina, da congregação Catequista Francisca explica que “faça chuva ou sol, com dinheiro ou sem dinheiro, temos esse compromisso diário. São centenas de crianças e adolescentes que dependem da alimentação e dos cuidados diários que recebem aqui. Elas estão em condição de vulnerabilidade social e não podemos larga-las a própria sorte”.

Contribuição na conta da luz

“A comunidade tem sido grande parceira, mas precisamos ter uma arrecadação financeira mais estável. Por isso, estamos divulgando a contribuição através da fatura da energia elétrica, pela qual, as pessoas podem doar qualquer valor”, destaca a diretora. Para autorizar a contribuição, os doadores devem ir até a instituição e preencher uma ficha, com o nome, CPF, número da unidade consumidora e indicar o valor da contribuição.

Rifa veículo

A partir da segunda quinzena de maio, inicia a Ação Social entre Amigos, que este ano sorteará um veículo zero quilômetro modelo Prisma. O valor de cada bilhete é R$ 10,00 e são vendidos em uma barraca no Calçadão, com os festeiros ou diretamente na instituição. Outra forma de contribuição pode ser também através de depósito no Banco do Brasil agência 3078-3 conta corrente 613373-8.

Fotos: Greik Pacheco

Paixão de Cristo no Morro Grande – 1

Grande movimentação de fiéis, inclusive prefeito Ceron e deputado Gabriel, no Morro Grande nesta Sexta-feira Santa

O repórter Marcelo Vargas, do Bom Dia Lages, chegou cedo ao Morro Grande, para acompanhar a movimentação nesta Sexta-Feira Santa.

Escadaria

A primeira Encenação da Paixão de Cristo marcada para às 9h30min, porém desde as primeiras horas da manhã, uma multidão subindo os 500 degraus da Escadaria Frei Silvério.

Transporte

O prefeito Ceron comentou na Menina FM que reside em Lages há 40 anos e pelo menos por 30 tem participado. O repórter Jones Paulo perguntou se ele subiu a escadaria, ao que ele confessou a “prudência”.

Cardíacos

Comentou da necessidade de renovação do convênio com o Governo do Estado para transporte dos cardíacos até Rio do Sul e Florianópolis. “Inclusive estamos pedindo a intermediação do deputado Gabriel nessa questão”, comentou.

Greve dos Servidores

Questionado sobre a rejeição por parte dos servidores municipais, Ceron antecipou dizendo que irá fazer um projeto de lei, o qual será encaminhado à Câmara para pagar o reajuste que a prefeitura tem condições (6,58%).

Fotos: Marcelo Vargas

 

Pagando promessa dos quase 500 degraus

A surpresa foi ver o prefeito com disposição para subir algumas dezenas dos 500 degraus da escadaria, pois para quem não sabe, ele já está com 72 anos e é safenado. Sinal que o coração está em perfeitas condições, brincou.

Sua visita no Morro Grande na manhã desta terça-feira foi para ver de perto o trabalho de revitalização do local. Todo o ambiente foi limpo; recebeu pintura nova com as cores da bandeira do Município; a Capelinha restaurada e pintada, assim como a Cruz; além da reforma da parte elétrica, e dos sanitários.

 

Imagens: Greick Pacheco

Presidentes da Zona Sul no confessionário com Ceron

Assim como se fosse num confessionário, só que ao invés dos pecados, o prefeito ouviu atentamente reivindicações e, porque não dizer, as queixas sobre alguns secretários. Esse fato foi registrado na Associação de Moradores do Araucária, local do encontro com os presidentes daquela região. O detalhe é que quatro deles não compareceram

Tita rasga elogios

O presidente da União das Associações de Moradores, Antônio Carlos Costa, o Tita, fez um agradecimento público ao prefeito Ceron pela iniciativa de estar próximo aos presidentes.

“Ficamos muito felizes quando o Ceron acatou a nossa sugestão de dividir as reuniões em regiões. Assim aproveitamos melhor o tempo com os secretários. É tanto que o retorno já está acontecendo, destacou.

 

Fotos: Greick Pacheco

Salário dividido para os três asilos

O salário do mês de março de 2017 do prefeito Antonio Ceron foi divido em três partes iguais, que através de três cheques foram entregues na manhã desta sexta-feira para os representantes de três asilos que trabalham com idosos em Lages.

Em companhia da esposa Salete, Ceron recebeu as diretorias do Asilo Vicentino (Centro), do Asilo Lar Menino Deus (Bairro Petrópolis) e do Lar dos Idosos Saseadla (Pró-Morar), oportunidade em que relataram dos trabalhos desenvolvidos e das dificuldades por que passam essas instituições.

Fotos: Greick Pacheco

Salário de março será dividido entre três asilos

Em entrevista ao repórter Jotta Damasceno, do Bom Dia Lages, sobre a destinação do salário do mês de março. “Eu reparti o meu salário para os três asilos que atendem idosos em nossa cidade. Nos dois primeiros meses a preocupação era com a necessidade de alimentação, mas que agora será atendido pelo Banco de Alimentos, que já está destinando 10 toneladas para as entidades”, afirmou.

Três entidades que atendem idosos

Asilo Vicentino (Centro)

Asilo Lar Menino Deus (Bairro Petrópolis)

Lar dos Idosos Saseadla (Pró-Morar)

Diálogos imaginários, com Ceron e Colombo

Antes de começar a agenda de quinta e sexta-feira na Serra Catarinense, o governador Colombo foi visitar seu amigo fraterno e conselheiro, prefeito Ceron

Não é difícil imaginar o diálogo entre os dois, que poderia ser assim:

Colombo – Então, Ceron, diga lá se está gostando da cadeira de prefeito, que você tanto sonhava, para depois pendurar as chuteiras!

Ceron – Meu amigo, acho que estou tomando gostinho por ela. É tanto que acho que quatro anos será pouco e vou precisar de oito para cumprir todas as promessas…

Colombo – Isso mesmo, assim você me ajuda a disputar aquela cadeira lá no palácio de Brasília…

Ceron tenta liberar abono aposentados no TCE

Dentre as agendas do prefeito Ceron na Capital, uma delas será âs 13h desta sexta-feira, no Tribunal de Contas do Estado. O prefeito tenta derrubar a recomendação do TCE-SC, feita no final de 2016, para que o Município não faça o pagamento do abono salarial a inativos e pensionistas, desde janeiro último.

O pagamento do abano salarial aos servidores municipais era feito através da Lei Municipal nº 3952/2013, de 24 de abril de 2013, “porém por uma recomendação superior, ou seja, do TCE, foi suspenso o pagamento, que agora estamos tentando reverter”, afirmou Ceron.

%d blogueiros gostam disto: