sábado , junho 24 2017
Home / Trânsito

Trânsito

Colisão entre caminhão tanque e Gol no Boqueirão 

Na manhã chuvosa deste sábado, 27, por volta de 7h40min, um caminhão tanque descarregou combustível no Posto Anpessan (BR 116/Cidade Alta) e seguiu para a base da Idaza, no Bairro São Miguel.

Ele desceu o Boqueirão (BR 282), e logo após o trevo, na primeira curva, teve a frente cortada por um veículo Gol.

A colisão aconteceu e o caminhão acabou caindo na vala do acostamento.

No automóvel estavam dois ocupantes, enquanto o motorista do caminhão com ferimentos leves foi atendido no locale conduzido para atendimento no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres.

.

.

Fotos: Ivair Rech

Deu cria…

Se ontem tinha um motorista abusado, que deixou seu carro em cima da calçada, na Rua Caetano Vieira da Costa, nesta quinta-feira o mau exemplo deu cria.

Hoje são dois abusados. Por favor, Polícia Militar, Agentes de Trânsito, Exército Brasileiro: guincho neles…

Mais uma colisão no trevo da 116 com a 282

PRF atendeu na manhã de 1º de Maio um acidente no cruzamento das BRs 282 e 116, na Cidade Alta, em Lages. A colisão envolveu um veículo Lifan, com placas de Chapecó e um veículo da Prefeitura de Correia Pinto utilizado para transporte de pacientes para fora do domicílio (TFD).

Nesse tipo de acidente nenhuma informação sobre culpa ou responsabilidade pode ter antecipada, cabendo à PRF fazer os levantamentos, apontando as circunstâncias. Entretanto, fica evidente que um dos dois motoristas errou feio…

No cruzamento, a preferencial é de quem utiliza a BR-116. Aqueles que se deslocam pela BR-282 precisam parar. Sinalização horizontal e vertical indica de forma bem clara a situação com o PARE no asfalto e na placa.

 

Fotos: PRF/divulgação

Mais quatro passagens elevadas, com urgência

Na segunda quinzena de maio deverão estar instaladas as quatro passagens elevadas previstas para quatro diferentes ruas da cidade

Os locais prioritários são: Avenida Luís de Camões, em frente à Escola de Educação Básica Rubens de Arruda Ramos e em frente ao Hospital Infantil Seara do Bem. Avenida Belizário Ramos (Carahá), na altura da passarela próximo ao Colégio Industrial, sentido bairro Habitação, a cerca de 200 metros de distância do colégio, onde há Centros de Educação Infantil Municipal (Ceims) escolas municipais (Emebs).

E aindana Avenida Santa Catarina, em frente ao Ferro Velho Cedrinho. Neste último caso há um declínio que provoca a dificuldade de se perceber e visualizar a presença ou a passagem de pedestre na faixa comum sinalizada no asfalto, por parte dos motoristas, imprimindo-se velocidade significativa no local.

 

Foto: Carlos Alberto Becker

Igreja faz culto no meio da rua

Terça-feira à noite, pessoal saindo do trabalho, com chuva, e ao chegar à Rua Marechal Deodoro, encontra um desvio obrigatório, com transito sendo desviado para a Rua Jorge Lacerda.

E o curioso nessa bagunça organizada é o motivo, pois uma igreja resolveu fazer um culto no meio da rua, com direito a tenda, telão e cadeiras para os fiéis.

Ave Maria…

Passagem elevada para estudantes, defronte Univest

Nem precisa ressaltar a necessidade de passagens elevadas de pedestres defronte a instituições de ensino.

E foi com essa visão que a Secretaria de Planejamento e Infraestrutura atendeu, de imediato, ao pedido da comunidade acadêmica da Unifacvest, como principalmente dos alunos do Colégio Univest, que funciona no mesmo prédio.

Depois de um dia de serviço, agora está tudo nos “conformes”…

 

Fotos: José Wanderley Pereira

Nissan Sentra se perde na curva e cai em açude no Acesso Norte

Um dos assuntos mais comentados no Bom Dia Lages na TV, nesta semana, foi a precariedade das condições da Avenida Juscelino Kubschetck (Acesso Norte). Não tem acostamento, não tem iluminação, não tem calçada e muito menos os guard-rails nas curvas acentuadas.

O resultado tem sido pelo menos uma saída de pista, como acontece ao meio-dia de segunda-feira, com um furgão da Fiat. Ou o mais recente, nesta quarta-feira.

Um veículo Nissan Sentra, placas de Lages, se perdeu na curva, que segundo testemunhas, devido ao excesso de velocidade, e acabou arrebentando uma cerca e indo parar dentro do açude de uma propriedade. A reportagem do Bom Dia Lages esteve no local e constatou que o motorista não sofreu ferimentos, apenas um grande susto.

Imagens: Marcelo Vargas, especial para Bom Dia Lages

Na queda de braço entre Agentes e Diretran, PM cuidou do trânsito

Não aceitamos nova escala, dizem agentes. É uma escala ilegal, diz Diretran. Assim, no meio dessa queda de braços, a PM resolveu a parada, cuidando do trânsito

A Diretran e os 41 Agentes de Trânsito estão fazendo queda de braço, por conta da escala de serviço. É tanto que os agentes resolveram fazer greve branca nesta quarta-feira e não compareceram ao trabalho.

Agente Abel

Optaram por uma reunião com o Sindicato dos Servidores, que aconteceu às 13h, no local de trabalho, onde o representante da categoria – Agente Abel, disse ao repórter Vantuir Rech que não aceitam a escala nova e vão continuar cumprindo a antiga (16/56h).

Sem vida social

– Paramos hoje em protesto e vamos parar novamente na próxima semana, como alerta. Não é questão salarial, é questão de folga mesmo, pois não teremos vida social com a nova escala, afirmou o Agente Abel.

Medida administrativa, diz Diretran

O repórter ouviu também o Executivo da Diretran Jacinto Bet. Ele declarou que houve rebelião, pois os agentes não compareceram ao trabalho nesta quarta-feira. “Simplesmente não tinha ninguém e não apareceram durante o dia todo, e se cruzarem os braços, será um problema jurídico para ser resolvido, pois é caso de insubordinação. A nova escala é uma medida administrativa, que deve ser cumprida pelos 41 agentes e não serão chamados novos”.

– A escala antiga é ilegal, pois dá 16/56h, ou seja, trabalha 6 horas na rua e outras 10 divididas entre refeições e dentro da viatura. Só que dá também 56 horas de folga. Ela é totalmente ilegal, finaliza Jacinto Bet.

Deu na coluna da Débora Bombílio (CL): E A GENTE VAI PAGANDO

“Nem sempre a tecnologia é o melhor caminho”. Foi essa a frase que iniciou o release que explicava o retorno do antigo “esquema” de bloquinhos da Área Azul de estacionamento público e rotativo de nossa Lages.

Ao ler o palavrório todo, entende-se que a tecnologia não foi o melhor caminho porque reduziu a arrecadação. E lá vai a população que já paga impostos, IPTU, taxa de lixos e etc e etc, comprar bloquinhos.

Segundo a presidente do Samt, Rosa Abou Hatem, a Área Azul é hoje “o único” recurso que a Samt tem para manter seus projetos. E ela conclui a sua fala, pedindo compreensão e apoio da população para retomar os programas sociais. Sabemos da importância de programas sociais.

Mas, sabemos também que essa responsabilidade não é “unicamente” da população. E sobre a palavra “Compreensão”, é tudo o que a população sempre teve. Tanto que até poderíamos mudar aquela velha frase popular para: “A compreensão é a última que morre!” É… Talvez esse seja o problema.

Tecnologia & Inovação: volta dos bloquinhos de papel na Área Azul

A Área Azul de Lages deixará de operar de forma digital, retornando ao uso dos blocos de papel, a partir de segunda-feira, 17 de abril. Ou seja, estamos regredindo no tempo, deixando de lado a facilidade e a inovação tecnológica para voltar ao tempo do lápis e do papel.

A SAMT, que detém a exploração da Área Azul não explicou as razões da volta ao passado, com a utilização de blocos de papel e nem o que será feito das maquinas que estão em uso pelos monitores.

Créditos

Quem tem veículo cadastrado não perderá seus créditos diz a presidente Rosa Abou Haten. Até que tudo seja normalizado, a central digital permanecerá operando em paralelo ao uso de blocos de papel.

Domingo de mudanças no trânsito da Marechal Floriano

Com a supervisão do secretário de Planejamento e Infraestrutura, em plena manhã deste domingo (09), as equipes de obras e trânsito iniciaram as alterações na Avenida Mal. Floriano, para dar maior fluidez ao trânsito dessa região da cidade.

Essas obras são apenas as necessárias para adaptação dos motoristas, sendo que durante a semana será dado continuidade às obras no canteiro central, sinalização de outras vias transversais, mudança de sentido e demais obras.

Portanto, atenção redobrada dos motoristas para as novas rotas entre a UniFacvest e vias laterais em direção ao centro.