domingo , Fevereiro 18 2018

Tortenhouse

 

SEMASA TOPO

 

posto sam rotativo

Home / Cotidiano / Sismógrafo não aponta riscos no Morro Grande, mas repórter foi conferir…

Sismógrafo não aponta riscos no Morro Grande, mas repórter foi conferir…

Medição não apontou riscos com explosões, mas retirada de pedras está provocando erosão e pinheiros estão caindo nas encostas. No local ainda existe lixão à céu aberto

Os repórteres Jotta Damasceno e Marcelo Vargas subiram o Morro Grande e foram até o lado que não é avistado da cidade, onde está a pedreira, para conferir do alto, como está a situação do morro, onde até as árvores já estão caindo das encostas, devido a retirada do cascalho. Do local saem diariamente cerca de 40 a 50 caçambas de pedras.

Autorização

Lembrando que a Fundação Estadual de Meio Ambiente (Fatma), concedeu para a empresa Britagem Gaspar a renovação da LAO – Licença Ambiental de Operação. Isso significa dizer em termos práticos de que a empresa tem o direito legal de exploração de basalto no Morro Grande por mais quatro anos.

Desta forma, fica assegurado à empresa o direito de exploração até 2021, sem nenhuma interferência de outros órgãos fiscalizadores de Meio Ambiente, e até Defesa Civil.

Defesa Civil

A reportagem da ImagemTV foi até a Defesa Civil para ouvir o superintendente Jean Felipe. O coordenador comentou das providencias feitas como a medição feita pelo aparelho chamado sismógrafo, que não apontou riscos.

“A Britagem Gaspar está trabalhando de acordo com a legislação e não temos poder nenhum para uma possível interdição”, destacou.

Lixão à céu aberto

O que a reportagem não esperava encontrar “dentro” do Morro Grande, ou seja, em uma das encostas, era um lixão à céu aberto. Vamos ouvir o secretário de Meio Ambiente e Serviços Públicos, Euclides Mecabô, para saber os motivos dessa situação.

 

Imagens: divulgação

Com informações: #pontoDOC e #BomDiaLages

Sobre Milton Barao

Veja também

Resumo de terça-feira na Paróquia

Enquanto isso, na “Paróquia”, uma terça-feira daquelas, cheia de acontecimentos, mas em sua maioria, na …

Um Comentário

  1. Jose ribas

    Vcs, da impressa lageana , só criticam , não ve o lado que a empresa , gera emprego, como TB impostos para o municipio, ao relato do video que o jornalista falou q um dia nao vai ter mais crus, e de uma falta de conhecimento de distancia , ou esta sendo bem pago para falar mal, pq da li a onde foi gravado ate a crus tem uma grande distancia, e a foto do lixão so tenho que rir pq ali a onde foi feito as imagens, foi cedido para prefeitura jogar seus lixos , começou poda de árvores etc.. Só que a própria prefeitura esta jogado lixo ali na quele local

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: