Por decisão do juiz da 21ª Zona Eleitoral em Lages, Carlos Junckes dos Santos, e a pedido do Ministério Público eleitoral, foram recolhidos cerca de 3 mil exemplares do jornal Brasil de Fato

A ação da Polícia Federal foi na quarta-feira (24), na Casa da Resistência, localizada à Rua Jorge Lacerda, no Centro da cidade.

Propaganda do Hadad

“O conteúdo do exemplar apresentado indica o efetivo alinhamento com o programa do candidato Fernando Haddad da coligação o Brasil Feliz de Novo, contento veladas críticas ao programa e pessoa do candidato adversário Jair Bolsonaro”, destacou o magistrado.

Em outro trecho da decisão afirma que “Não bastasse, o exemplar não contempla o número do CNPJ ou CPF do responsável pela confecção, sua tiragem e o valor da publicidade (o que pode caracterizar doação de campanha indireta, o que é vedado para pessoas jurídicas”.

Casa da Resistência

Daniel Ferreira, um dos coordenadores da Casa da Resistência, comentou que receberam uma quantidade grande de exemplares, já distribuídos nos municípios da região. Daniel foi candidato a deputado federal pelo PT e usou o local como comitê.

O Jornal Brasil de Fato, que tem sede em São Paulo, entrou em contato com a Frente Brasil Popular em Lages, pedindo informações sobre o ocorrido e oferecendo assistência jurídica.

Moisés Savian

O presidente licenciado do Partido dos Trabalhadores, de Lages, vereador Moisés Savian, afirmou que o local onde foi feita a averiguação, diferente do que informa o documento expedido pela Justiça, não é sede, diretório ou comitê do partido.

 

Fonte: Correio Lageano

#BM3ComunicaçãoCriativa

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here