O Blog recebeu do Ibama/SC as informações a respeito da Operação Campereada, feita nos dias 12 e 13 de novembro, nos campos da Coxilha Rica:

OPERAÇÃO CAMPEREADA

 

A Operação Campereada prevista anualmente para acontecer no Brasil, tem o objetivo de proteger e buscar o desenvolvimento sustentável dos Campos Sulinos e de Altitude da região Sul do Brasil

As notificações buscam esclarecer a legalidade dos processos de conversões de vastas áreas do bioma Mata Atlântica/Campos de Altitude na região da Serra Catarinenses, ocorre que 70% dos campos de Altitude foram transformados em lavouras de soja e outras culturas;

A região da Coxilha Rica está inserida naturalmente no bioma da Mata Atlântica, ou seja, possui regramento legal em relação ao seu uso. Qualquer tipo de conversão, destruição dos campos, ou implementação de culturas deve ser previamente autorizada pelo órgão ambiental competente;

Não houve nenhum tipo de proibição quanto a produção de grãos, queremos SIM o desenvolvimento da região, porém que ocorra com respeito ao meio ambiente e as leis ambientais em vigor;

Todas as áreas convertidas nos últimos cinco anos estão passíveis de questionamentos legais;

Inicialmente estamos focando em GRANDES ÁREAS, entre 50 a 700 hectares, onde esses Campos de Altitude foram completamente devastados para a introdução da soja principalmente.

Ressaltamos que o turismo rural e a pecuária são considerados atividades sustentáveis para a região. Pecuária extensiva em campo nativo é isenta de licenciamento ambiental.

Os Campos de Altitude são importantes áreas da biodiversidade, contento inúmeras espécies de vegetação e da fauna, trata-se também de importantes áreas de recargas hídricas (recarga aquífero guarani).

Att

Leonardo Tomaz

CHEFE DE FISCALIZAÇÃO DO IBAMA EM SANTA CATARINA

Foto ilustrativa: Janize Medeiros – Ibama, operação em Bagé/RS

5 COMENTÁRIOS

  1. Sim, bem isso mesmo…
    Temos que respeitar… Na Amazônia, é a terra de ninguém, lá desmatam e matam a vontade, também.. É que lá, tem o grupo da bala…
    Agora , vai ser de metralhadora, pois elegeram um presidente que só usa carro blindado e anda armado… Dorme dia e noite com segurança…. Vai acabar com a violência… Disse que todos podem fazer o que bem entender… Desmatem e matem a vontade….

  2. A DECLARAÇÃO DO TÉCNICO DO IBAMA ALEM DE INVERDADEIRA É DE MA-FÉ;….. AO AFIRMAR QUE 70% DOS CAMPOS DA SERRA CATARINENSE FORAM TRANSFORMADOS EM LAVOURAS DE SOJA. ATÉ MESMO UM LEIGO PODERÁ COMPROVAR PELA TOPOGRAFIA MONTANHOSA DA REGIÃO, COMPOSTA DE BANHADOS,RIOS E O AFLORAMENTO DE ROCHAS, MAIS AS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE EXISTENTES, QUE NÃO É POSSÍVEL MECANIZAR MAIS DE 25% DAQUELAS ÁREAS…….INSTA SALIENTAR, QUE O MODELO DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL CONSTRUÍDO NO BRASIL, PELOS COMUNISTAS VERDES TUPINIQUINS ENRAIZADOS NO MMA; FINANCIADOS POR ONG,S INTERNACIONAIS A SERVIÇO DO INTERESSE ECONÔMICO DOS PAÍSES DO HEMISFÉRIO NORTE; PRECISA SER URGENTEMENTE MODIFICADO, PARA ASSEGURAR A SUSTENTABILIDADE DOS RECURSOS NATURAIS E SOBERANIA DO PAÍS….

  3. Gostaria de entender, porque questionam os produtores que tiram seu sustento do campo, sobrevivem do trabalho da integração agricultura e pecuária, onde está os órgãos fiscalizadores, que não fiscalizam as empresas florestais de grande porte que temos na região, que destroem meio ambiente, acabam com fazendas centenárias, por medo de ser tombado como patrimônio histórico, temos uma multinacional na região que faz o que bem quer, não respeita leis ambientais, destrói estradas, não respeitam a vizinhança, acho que não são auditados e notificados, porque fazem doações aos órgãos ambientais, falo isso porque sei de fonte segura desta informação.

  4. Muita gente está sofrendo injustamente, inclusive, na minha família, com multas altíssimas aplicadas sem critério. Exemplo uma de valor impagável por plantação de pinus e na propriedade não existe se quer uma árvore plantada(Fazenda S. Pedro – Palmas-PR). Multa de um reflorestamento plantado há mais de dez anos, quando o reflorestamento limítrofe, isto é , do outro lado da cerca não foi autuado, dando impressão de parcialidade na atuação do funcionário( Fazenda S.Pedro-Palmas-PR).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here