Os projetos encaminhados aos vereadores na última semana e que geraram discussões acaloradas, como a gratificação extra para professores (1/3 de 45 dias), e o empréstimo bancário de 50 milhões para pavimentação de ruas, não entrou na pauta da sessão de segunda-feira.


O líder do governo pediu seu arquivamento, deixando para o próximo ano o envio de novos projetos. Com relação ao financiamento, foi acertado reuniões com os vereadores, e principalmente, a relação das ruas que serão contempladas.

#BM3ComunicaçãoCriativa

2 COMENTÁRIOS

  1. QUANDO É PARA TIRAR BENEFÍCIOS QUE SÓ ELES TEM, QUE NÓS SERES HUMANOS NORMAIS NUNCA TIVEMOS E NUNCA TEREMOS ELES SE REÚNEM, AGORA CHAME ELES PARA FAZER UMA CAMPANHA PELA CIDADE FORA DO HORÁRIO DE TRABALHO VÊ SE APARECE ALGUÉM. VOCÊ ACHA CERTO JOÃO MACHADO OS PROFESSORES ALÉM DE TEREM 60 DIAS DE FERIAS AINDA RECEBEREM DECIMO TERCEIRO SOBRE 45 DIAS?
    VOCÊ ACHA CERTO FICAR DE LICENÇA 10 MESES NUM ANO E VOLTAR SÓ PARA GANHAR A PROGRESSÃO DE 2%, VOCÊ ACHA CERTO ESSA MESMA PESSOA QUE FICOU DE LICENÇA 10 MESSES RECEBER O VALE ALIMENTAÇÃO SEM TRABALHAR? A POPULAÇÃO SIM DEVERIA SE REUNIR E IR A CÂMARA PARA FAZER APROVAREM AS MUDANÇAS E ACABAR COM ESSA POUCA VERGONHA. DEPOIS AINDA FALAM DO POLÍTICOS, MAS QUANDO É PARA TIRAR MINHAS MORDOMIAS NEM PENSAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here