Ceron havia dito na última coletiva que somente falaria em sucessão a partir de janeiro, mas de 2020. Porém na coletiva de encerramento do exercício de 2018, deixou claro sua decisão de não disputar a reeleição.

“Daqui a 2 anos e 10 dias vou embora, e o próximo prefeito vai herdar um problema gravíssimo, que é o LagesPrevi”.

O prefeito explicava da necessidade de aporte de recursos no órgão previdenciário, pois as contribuições dos servidores não cobrem nem 10% da despesa. “Vai chegar o ponto de receber o holerite, mas não ter o pagamento na conta”, previu…

#BM3ComunicaçãoCriativa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here