Compartilhe

Assim como as cidades turisticas e/ou eventos oferecem uma série de produtos personalizados, não apenas para faturamento, mas principalmente para fortalecer a marca, além de oferecer ao turista um produto diferenciado, o Mercado Público Municipal de Lages também irá atuar nesse segmento.

Itens como sacolas, copos, canecas, cuias e chaveiros, dentre uma gama sem fim de otros produtos poderão ser produzidos e comercializados como souvenirs, explica o secretário Clayton Bortoluzzi.

Ele comenta ainda que uma comissão foi montada e as reuniões já estão acontecendo para acertar os detalhes do funcionamento do Mercado Público de Lages. As reuniões serão quinzenais a partir de a segunda quinzena de janeiro.

Em breve estará sendo divulgado como será a seleção para os interessados em ter box ou áreas de comércio dentro do Mercado, com a comercialização desde frutas, artesanato regional até restaurante com gastronomia regional.

Foto: divulgação

#BlogdoBarão

1 COMENTÁRIO

  1. Nossos homens públicos são sonhadores e vocês sem entenderem do assunto dão trela para estes amadores. É uma diferença titânica o Mercado Público da Capital (sou frequentador assíduo) e o Mercado de Lages, o da capital é uma referência local das mais importantes,com estrutura, localização central, metro quadrado caríssimo, ponto de encontro e passagem de ilhéus e turistas. Nosso mercado lageano fora do centro, nunca teve muitos atrativos para a população e mereceu sempre estar fechado, do que aberto, sem charme ou atrativo. mesmo com sua reforma, deverá ter uma organização sobre humana para que o lageano acomodado e reclamão possa frequentá-lo. Os mercado mais tadicionais se situam no centro das cidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here