Soa como um deboche ao consumidor, que viu sua conta de luz do mês de janeiro ter aumento médio em torno de 100% a mais.

Sobre o aumento, a concessionária emitiu Comunicado Oficial, onde justificava o aumento pelo uso de ar-condicionado ou ventiladores.

Ocorre que muitos consumidores (meu caso) não tem esse equipamento de ar, e outros simplesmente estavam com suas residências fechadas (pois estavam no litoral).

COMUNICADO OFICIAL

Em relação às manifestações de consumidores sobre a fatura de energia emitida neste mês de janeiro/2019, a Celesc informa que não houve cobrança adicional ou erro no processamento de dados no faturamento da Empresa.

O aumento na conta de luz para muitos clientes se deve, em grande parte, ao maior consumo de energia registrado nos últimos meses, especialmente pelo uso de equipamentos eletrônicos, como ar-condicionado, em períodos de temperatura elevada.

Esse avanço é confirmado, inclusive, pelos elevados índices na demanda de energia registrados pela Celesc nas últimas semanas. Desde dezembro, o recorde foi batido três vezes, sendo duas delas em dias seguidos – 16 de janeiro (4.989,82 MW) e 17 de janeiro (5.030MW).

A Celesc reitera que a tarifa de energia elétrica da companhia não é reajustada desde agosto/2018 e orienta que os clientes confiram atentamente o histórico de consumo e o período de apuração da leitura na fatura recebida. Quando se trata de variação de consumo, o cliente pode comparar a leitura atual no medidor do seu imóvel com a leitura apresentada na fatura – a diferença entre os números indica o quanto já foi consumido de energia em kWh no período.

Em caso de dúvidas, os clientes podem entrar em contato com o departamento comercial da Celesc nas lojas de atendimento presencial ou pelo 0800 48 0120.

Sabrina Domingos/Agência Comunicaz

(48) 3231.5140 – assessoria de imprensa

(48) 99901.7767 – plantão para emergências

 

#BlogdoBarão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here