Um dos monumentos mais significativos da cidade é o das mãos em forma de prece, na Praça da Fraternidade, junto a ponte da Sempre Verde.

Curiosamente nos últimos tempos a obra passou por pinturas que descaracterizaram o trabalho original do artista com uma pintura um tanto quanto ufanista, de verde amarelo.

Por isso chamou a atenção de quem passou pelo local na tarde desta segunda-feira e observou uma nova pintura, bem de acordo com o trabalho.

Oi Barão,
Vi as fotos da praça da Fraternidade. Na verdade aquelas mãos são feitas de um concreto e não eram pintadas. Lembro bem delas sem pintura alguma. Pareciam aqueles pisos lisos de postos de combustíveis. Mas ficaram bonitas sim, pintadas daquela forma, mas para conhecimento não eram pintadas.
A propósito, a pior coisa feita naquela praça foi deixar toda aquela montanha de terra do tempo da construção da continuidade da avenida belizario ramos, ali da esquina da floricultura sempre verde até o triângulo. 
A praça era uma rotatória e era de um gramado muito bonito e toda ela plaina. Aí construíram a avenida e foram depositando o entulho lá. Plantaram grama e foi posto por último os cisnes.
Se ela fosse bem plaina, certamente seria bem melhor aproveitada. Não está nem de perto com a beleza que tinha naquele tempo. Uma pena. Se eu ganhasse uma mega sena tiraria aquele entulho de lá e devolveria a originalidade dela.
Abraço
Cleber

 

 

Fotos: divulgação

#BlogdoBarão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here