Caixa está em Lages hoje (terça-feira) para liberação primeira parte empréstimo (R$ 35 Milhões) para obras de infraestrutura, onde se inclui as mais de 100 ruas e os 5 Milhões para indenizações dos lotes 2 e 3 da Ponte Grande

Em entrevista exclusiva ao repórter Jotta Damasceno/ImagemTV, na tarde de segunda-feira (20)), o vice-prefeito Juliano Polese deu detalhes do empréstimo de 50 Milhões que o município está tomando junto a Caixa.

Acompanhe a entrevista exclusiva

Repórter: Quando vai ser liberada essa verba?

Juliano: Somente um vereador foi contra esse empréstimo, sendo que os técnicos da Caixa estarão em Lages nesta terça-feira (21), e estamos na expectativa que já venham com os contratos para serem assinados da primeira parcela de R$ 35 Milhões.

Optamos em fracionar em duas etapas, onde estamos investindo em infraestrutura das nossas vias públicas, onde uma parte será licitada e outra fazendo com recursos proprios, licitando o material, fazendo com isso que possamos pavimentar muito mais ruas que o previsto inicialmente.

Indenizações da Ponte Grande

Além disso, Damasceno, tem a parte de 10% desse valor, ou seja, 5 Milhões que serão utilizados para as indenizações da Ponte Grande. São das casas da Etapa 2 e 3, que vai da Castelo Branco até a Presidente Vargas e da Presidente Vargas até a BR 282, onde assim possa ser feito o saneamento.

Repórter: Saindo o dinheiro já poderemos ter algumas ruas?

Juliano: Já temos algumas ruas licitadas que assim que a Caixa liberar o dinheiro vamos entregar inicialmente as ordens de serviços para seis ruas.

Repórter: A Cirilo está incluída?

Juliano: O projeto da Cirilo ficou muito caro, mais de 6 milhões e o prefeito pediu uma readequação. Ela será executada, mas não da forma com que foi projetada, pois por ter a Avenida Carahá ao lado, a Cirilo será uma via local, por isso será redimensionada.

Repórter: Dentro desse ano teremos alguma rua asfaltada?

Juliano: Sim, teremos várias, não posso dizer ruas, como a Rua Aujor Luz, onde também foi feito uma readequação de projeto, pois ficou muito caro e demandaria muitos recursos como a Cirilo. Mas posso citar as ruas Frei Nicodemus, Antonio Waltrick e outras por onde passa o ônibus nessa região do Santa Catarina, Santo Antonio e região.

As avenidas e ruas maiores serão feitas por licitação com empreiteira e as menores serão feitas pelo município onde será comprado o material, para que possamos pavimentar bem mais que 100 ruas.

=================================

Fonte: entrevista feita pelo repórter Jotta Damasceno

ImagemTV

#BlogdoBarão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here