O ex-governador Leonel Pavan promete “incendiar” o ninho tucano, que estará reunido na segunda-feira, na Capital, para julgar expulsão de filiados. Se fizerem isso eu saio do partido, afirmou

Em áudio que circula no WhattsApp, Pavan disse expressamente que em princípio não iria na reunião que irá julgar os pedidos de expulsão de Luis Carlos Pinheiro Filho e Dilmar Antonio Monaran, “mas agora vou, e se isso acontecer, vou pedir a expulsão de pelo menos 100 filiados do diretório de Camboriú, inclusive todos aqueles que venderam o partido na eleição de governador, ao se sujeitar a ser vice do MDB”.

Já o secretário geral, Gilmar Knaesel, disse que não houve acordo, “pois está impossível e nenhuma das partes quis ceder, sendo tudo decidido no voto”.

Para rememorar:

O então candidato a prefeito de Lages, Roberto Amaral, que havia recém filiado no PSDB, pediu a expulsão de Monarin e Pinheiro, pelo fato dos dois terem apoiado a candidatura de Antonio Ceron.

Resta aguardar a reunião e ver de que lado está a “força”.

 

Foto: divulgação

#BlogdoBarão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here