Uma cena curiosa no acesso ao Morro das Torres, um verdadeiro congestionamento se formou para acompanhar o sincelo durante todo o sábado, 06 de Julho.

Afinal, o congestionamento tinha um forte motivo, já que a “Cidade Mais Fria do Brasil” registrou temperatura de -5°C e sensação térmica de -16°C no Morro das Torres.

Turimo em alta

“Hoje conversei com o secretário de Turismo Tena Arruda de Urupema, pois levei um grupo de 10 turistas de Lages que queriam conhecer o fenômeno sincelo no Morro das Antenas, por sinal chegamos as 06h00, todos ficaram impressionados”, relata Henrique Belling, da Secretaria de Turismo de Lages.

300 leitos

Na subida do morro tinham mais de 300 carros, isso as 06h00, para acessar o topo subimos 1 km a pé, devido ao congestionamento. Ao retornar ao centro conversei com o Secretário Tena, ele mostrou uma lista de 20 pousadas de Urupema, que hoje oferecem 300 leitos, além de 20 opções de hospedagem alternativa na cidade, todas lotadas, ele próprio e a equipe estavam atendendo e orientando os turistas para conseguir atender a demanda.

Festival de Cogumelos

Neste final de semana acontece o Festival de Cogumelos que movimenta o setor gastronômico da região. Hoje todos os gestores do Turismo pensam na região, a Serra Catarinense, não em cidades isoladas, pois em cada cidade cidade tem seu roteiro e atrativo para oferecer.

Turistas encantados

Sejam as cavalgadas em Lages, a maçã e vinho em São Joaquim, a Pedra Furada em Urubici, e o fantástico fenômeno sincelo e assim por diante. “Na subida registrei carros de Jundiaí, Curtiba, Florianópolis, Chapecó, Joinville, Blumenau, São Paulo, Curitibanos e outras tantas cidades. Todos e sua maioria famílias e encantados com a experiência no Morro das Antenas em Urupema”, finaliza Henrique Belling.

.

.

.

Fonte: Prefeitura Urupema

Imagens: Henrique Belling e Odacir Reche

#BlogdoBarão

2 COMENTÁRIOS

  1. Estive no Morro das Antenas no dia 07/07/2019 por volta das 06:00 hs da manhã!! Realmente o fluxo de turistas estava enorme!!! Então acho que minhas ponderações são pertinentes!! Não vi nenhum serviço público a disposição dos turistas! Nem Estadual e Municipal, era cada um por si! O acesso para descer ou subir era um caos! Levamos mais de uma hora para descer do topo do Morro até a rodovia asfaltada, devido a “organização” que cada motorista achava pertinente!! Não sei de quem é a responsabilidade pelo acesso, se público ou privado. Entretanto, se faz necessário uma atuação do poder público no que tange ás suas responsabilidades! Até o momento o transtorno foi só passar frio! Entretanto, caso haja necessidade de socorro por terra, isto somente será possível a pé, pois não passará um veículo de emergência! Pelo ar, dependerá das condições do tempo no dia!!! Assim, parece que não aprendemos com nossos erros e levamos o TURISMO na maciota, parecendo que não é conosco! “Parece que a região quer que o TURISTA se dane, pois ninguém mandou ele vir para nossa região passar frio”. O frio é uma atração turística de ocasião, que gera dividendos se tiver infraestrutura e conforto para recebe-lo!!! Tomemos providências enquanto é tempo, dotando o local com uma acesso decente, estrutura de estacionamento e a presença do poder público. Toda essa estrutura seja pública ou privada, tem que haver!! Não podemos ser condescendentes com a incompetência!!!

  2. É um perregue que faz parte, senão, não tem graça. Até ter que fazer as necessidades atrás de um matinho tá valendo. Se for muito perfeito não tem história para contar. kkkkkk

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here