Aguarda-se para essa segunda-feira 15 julho uma coletiva de Imprensa pela direção do Fórum Nereu Ramos, para esclarecimentos a respeito de desvio de recursos de contas não movimentadas pelas partes

Depois de meses de investigações o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) prendeu a Chefe de Cartório da 4ª Vara Civil do Fórum Nereu Ramos em Lages, o marido dela que também é servidor deste fórum e uma irmã da acusada.

A servidora é suspeita de desvios de recursos da conta única do Poder Judiciário com a emissão de alvarás sem o conhecimento ou assinatura do juiz.

Mandado de prisão

O mandado de prisão foi cumprido na sexta, 12, por volta das 19hs e pelo que a reportagem de O Momento e o Blog do Barão apuraram, a servidora foi identificada como sendo APBC, o marido e a cunhada dele irmã da chefe de cartório foram levados para sede do Gaeco onde permaneceram noite a dentro dando depoimentos aos promotores que cuidam no caso.

Após o depoimento a mulher ficou detida juntamente com a irmã por força de Mandado de Prisão de Prisão Provisória e o marido foi liberado foi enquadro como testemunha do caso. A mãe da chefe de cartório também foi ouvida em depoimento e liberada.

Depoimentos

Durante a semana depoimentos de parentes e colegas de trabalho do casal serão tomados na sede do Gaeco para averiguar se há outros servidores envolvidos no caso que choca a comunidade por se tratar de pessoas que deveriam dar exemplo.

Durante este final de semana muito se falou a respeito do caso inclusive com informações truncadas, mas pelos dados levantados por nossa reportagem o dinheiro desviado ia para contas correntes de parentes do casal para tentar evitar assim suspeitas.

Um material farto e robusto foi levantado pelos agentes do Gaeco e a fraude pode chegar a um milhão de reais desviados de ações judiciais. O crime vinha sendo cometido desde o ano de 2014.

 

Com informações: O Momento/BlogdoBarão

Foto ilustrativa

#BlogdoBarão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here