A Unidade de Pronto Atendimento (UPA), localizada no bairro Universitário, próximo à Rodoviária Municipal, entrará em funcionamento a partir do dia 20 de julho

A Prefeitura de Lages já investiu R$ 2,9 milhões, recursos próprios, no projeto de execução da UPA, para a qual o governo federal disponibilizou R$ 1,5 milhão. A atual administração recebeu a UPA, em 2017, com 23% das obras de construção do prédio executadas.

Obra estava parada

“O projeto de execução, em 2017, encontrava-se paralisado. Em função disso parte dos recursos federais destinados à construção da UPA estavam retidos. A atual administração conseguiu, junto ao Ministério da Saúde, a liberação para a retomada das obras, garantindo assim os recursos já repassados e o montante ainda a ser liberado (R$ 500 mil). Caso contrário, a Prefeitura teria de arcar com os valores até então já investidos na obra de construção”, lembrou Odila Waldrich.

Gerador de energia

Segundo explicou a secretária da Saúde, o projeto original não contemplava, por exemplo, a instalação de aparelhos de ar-condicionado, de gerador de energia, entre uma série de outras coisas relacionadas à infraestrutura necessária ao atendimento público, ou seja, à operacionalidade técnica da UPA.

Ajustes ao projeto original

Instalação de parelhos de ar-condicionado, gerador de energia, e ajustes aos acessos viários ao prédio da UPA estão sendo executados, paralelamente, aos trabalhos de instalação do mobiliário e dos equipamentos ambulatoriais.

Trânsito no entorno

Em relação ao sistema de trânsito, no entorno da UPA, o diretor de Engenharia e Sinalização de Trânsito, Sérgio Todeschini disse que medidas básicas estão sendo implementadas, a exemplo da instalação de placas de sinalização vertical, de limite de velocidade, de proibido estacionar etc, bem como adequações nas rampas de entrada e saída das ambulâncias.

No entanto, o que deverá ser feito para o perfeito funcionamento do sistema de trânsito, nas vias de entorno, só será definido depois que a UPA entrar em funcionamento.

Fotos e texto: Ari Júnior, Jotta Damasceno

#BlogdoBarão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here