Governador Moises quer que prefeituras assumam responsabilidade pelas rodovias do Estado. Aqui não, disseram prefeitos serranos

Preocupados pela forma como o Estado está propondo o convênio do Projeto Recuperar para manutenção e conservação de rodovias estaduais, os prefeitos do Sistema Amures decidiram em assembleia na manhã desta sexta-feira (20), não aderir à proposta.

A equipe técnica da Amures e do Consórcio Intermunicipal Serra Catarinense – Cisama analisou o projeto e apresentou as argumentações favoráveis e contrárias aos prefeitos. E a votação foi unanime pela recusa do convênio.

588 km de rodovias

O presidente do Cisama prefeito de Urupema Evandro Frigo Pereira, explicou que na Serra Catarinense são 588 km de rodovias e a manutenção proposta pelo Estado colocando os municípios como corresponsáveis civilmente por eventuais acidentes é muito arriscado e preocupante.

Proposta dos prefeitos

“Se o Estado aceitar nossa proposta participaremos do projeto”, afirmou o presidente em exercício Luiz Schmuler, destacando que caberá aos municípios toda parte de sinalização, roçada, recuperação de pavimento, bueiros e pontes a partir da efetivação de um convênio.

Amures/Oneres Lopes

#BlogdoBarão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here