O dia 10 de Outubro é o Dia Nacional de Luta contra a violência à mulher. Em Lages, neste ano, apenas um único caso de feminicídio, num trabalho quase que anônimo (como deve ser), para desaparecer dessa triste estatística

E nesse contexto, a Secretaria Municipal de Políticas para a Mulher de Lages, que é a primeira e única secretaria do estado e que realiza atendimentos para as mulheres vítimas de violência doméstica e aos agressores.

Um caso

Foram atendidas pela Secretaria até essa data 723 mulheres, acolhidas na Casa de Apoio 79 mulheres e 118 crianças/adolescentes, além dos agressores e familiares. Neste ano tem somente um único caso de feminicidio em Lages. Há outro caso que está sendo investigado mas ainda sem confirmação.

2017

A Secretaria de Políticas para as Mulheres foi implantada em 2017 e conta com dois serviços essenciais: 1. Serviço de Referência Especializado às Mulheres em Situação de Violência com atendimento psicossocial e jurídico;

  1. Serviço de Acolhimento à Mulheres em Situação de Violência com acolhimento das vítimas e filhos na Casa de Apoio.

Ações

Lages tem trabalhado em parceria com toda a rede municipal, Polícia Militar, Polícia Civil, Poder Judiciário e Ministério Público de forma efetiva para garantir apoio e suporte integral às mulheres vítimas de violência junto de sua família.

“Acreditamos que o suporte realizado para o combate nos casos de violência doméstica e para a prevenção de surgimento de novos casos é uma das formas de transformar e assegurar o direito à vida e o bem estar de todas as mulheres lageanas. Unidos temos realizado grandes ações que surtirão efeito nas novas gerações”, destaca a secretária Marli Nacif.

Novembro Laranja

Está sendo preparada uma agenda repleta de atividades no mês de novembro que será intitulado Novembro Laranja, inclusive com a assinatura do prefeito Antonio Ceron no Pacto Estadual Maria da Penha.

Capacitação

Na próxima semana terá início um curso de capacitação sobre violência doméstica em parceria com a Secretaria, Udesc e PMSC, assim como curso de Empreendedorismo para as mulheres vítimas de violência.

 

Fotos: divulgação e Nilton Wolff

#BlogdoBarão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here