O julgamento de Claudecir Kuster Soares, 46anos , acusado de tentativa de homicídio contra a ex-mulher em um ônibus coletivo, em Lages, encerrou com a leitura da sentença de 10 anos de reclusão ao réu

Denunciado por atirar contra a ex-companheira, com quem foi casado por 16 anos, o homem ficou em silêncio durante o interrogatório. O crime ocorreu em outubro de 2018, quando entrou no ônibus onde estava a mulher, a encurralou e desferiu quatro disparos contra ela. Depois disso, atirou contra si.

No júri, a vítima falou por 40 minutos e optou por ser na frente do acusado. “Meu medo era de que ele descesse do ônibus para terminar o serviço”. Mesmo depois de ser atingida na região do ombro, cotovelo, abdome e cabeça, desembarcou e ficou na frente do veículo até a chegada do atendimento de emergência.

Fazia seis anos que estavam separados. O homem não se conformava com o fim do relacionamento e a situação se agravou depois que a mulher encontrou outro companheiro. O réu ficou no hospital por alguns dias e estava preso desde então.

 

NCI/TJSC – comarca de Lages

#BlogdoBarão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here