A prefeitura de Lages, em parceria com o Governo de Santa Catarina, inaugurou, na tarde desta sexta-feira (29), os espaços do Centro-Dia do Idoso, um dos instrumentos de atendimento às pessoas

A solenidade da abertura oficial dos serviços do Centro-Dia do Idoso foi prestigiada por autoridades públicas (secretários e executivos municipais e vereadores), servidores municipais, lideranças comunitárias, como o presidente da Associação de Moradores do bairro Centenário, Lucas Branco, e comunidade em geral, e teve como anfitriões o prefeito, Antonio Ceron; vice Juliano Polese, e o secretário da Assistência Social e Habitação, Samuel Ramos, seguido pela presidente do Conselho Municipal do Idoso (Comid), Ana Paula Ribeiro. A secretária de Estado do Desenvolvimento Social, Maria Elisa da Silveira de Caro, acompanhou o evento.

Para que serve o Centro Dia?

Acolhimento

Caracteriza-se como um espaço destinado a proporcionar acolhimento, proteção e convivência a idosos semidependentes, cujas famílias não tenham condições de prover estes cuidados ao longo do dia ou por parte dele. Com área total de 749,58 metros quadrados, a estrutura física é composta por salas para atendimento individualizado, sala para atividades coletivas, sala para repouso, sala para administração, piscina aquecida, cancha de bocha, cozinha, refeitório, vestiários e banheiros adaptados para pessoas com dificuldade de locomoção e mobilidade ou com deficiência.

Capacidade

Com capacidade de atendimento de 50 idosos ao dia e custeio por parte do Município, o público-alvo será integrado por pessoas idosas semidependentes com idade igual ou superior a 60 anos, em que a condição requeira o auxílio de pessoas ou de equipamentos especiais para a realização de atividades da vida diária, como higiene, alimentação, locomoção e administração de medicamentos ou idosos que tiveram suas limitações agravadas por violações de direitos, tais como exploração da imagem, abuso financeiro, isolamento, confinamento, atitudes discriminatórias e preconceituosas no seio da família, falta de cuidados adequados por parte do cuidador, alto grau de estresse do cuidador e desvalorização da potencialidade, entre outros fatores que elevam a dependência ou são comprometedores do desenvolvimento da autonomia.

O Centro-Dia disponibiliza uma equipe multidisciplinar, com os seguintes profissionais: Psicólogo, assistente social, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, enfermeira, educador físico, educador social, cuidador feminino e masculino, auxiliar de serviços gerais, agente administrativo e coordenador.

Fotos: Márcio Proença
#BlogdoBarão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here