Como diz a música: “a praça é do povo como o céu e do avião”. Como Lageano levei mais de meio século para ver a nossa praça da Matriz sem um monstrengo pastilhado, que tirava todo o brilho de nosso cartão postal, a Catedral Diocesana.

Não emoldurava o busto de lageanos ilustres como Celso Ramos ou Vidal Ramos Jr., mas de um ditador nazista que governou o país por 15 anos, o Getúlio Vargas, pois se até o Stalin caiu, porque o Getúlio não pode ser removido para um canto?

Como filho de Lages, estou de alma lavada!

 

#BlogdoBarão

10 COMENTÁRIOS

  1. Que pensamento tacanho em se tratando de patrimônio público!! Se for assim vamos retirar a estátua do fundador da cidade que matou os nativos da região quando da fundação da cidade!!

  2. Talvez nem todo mundo esteja de alma lavada como Vc está!! Talvez alguns estejam de alma “suja” pelo descaso com o patrimônio destruído!!! Principalmente em razão de que a cidade é um ser vivo e de todos nós, e, não de uma parte da imprensa e da classe política! Essas duas classes se julgam formadores de opinião, as quais muitas vezes é sem avaliação técnica! Essa é uma delas!!

  3. Quanto a remodelação da praça concordo que já era tempo de se dar um visual mais atual e bonito. Desejo parabenizar nosso Prefeito Ceron, que mesmo tendo assumido a cidade em condições financeiras precárias,
    tem se saído muito bem no comando administrativo de nossa querida Lages, embora há sempre alguns que só se sentem felizes denegrindo o mérito das pessoas. O comentário sobre Getúlio Vargas não foi feliz, faltou conhecimento da história quando o classificou de nazista, Getúlio aliou o Brasil ao resto do mundo contra Hitler e sacrificou a vida de muitos soldados compatriotas que lutaram na Segunda Guerra Mundial para derrubar o Nazismo. Foi ditador, sim! mas sempre foi o protetor dos simples e humildes; até que sacrificou sua vida por eles e pelo Brasil, espoliado, pelas oligarquias e interesses estrangeiros. A história é prova viva disso, daí a importância de à conhecermos bem para que não cometamos injustiças.

  4. A praça é do povo, Barão? Com todo o respeito, mas você leu o que escreveu? Tem noção do verdadeiro sentido dessa frase, extraída do poema de Castro Alves?
    Te pergunto novamente: a praça é do povo? Ou é do Coronel Ceron que toma as decisões representando a mídia e uma minoria da população a favor da demolição? Abraços!

  5. Quando um jornalista julga a história de um país demonstra a falta de conhecimento mais profundo por ela, quando um jornalista expõem seu lado o outro lado passa a desacreditar nas suas notícias, aflora nele o Getúlio Vargas o Stalin que ele julga.
    Desconhecer Getúlio pelo que representou para o desenvolvimento do Brasil, que começou uma no era no país dando direitos aos trabalhadores, o sexo feminino começou a delinear seus direitos como votar, criou grandes empresas que ajudaram o desenvolvimento do Brasil até hoje, Petrobrás e tantas outras.
    Agora, concordo com a retirada do monumento do lugar que ocupava, até por uma questão de estética ofuscando a visão frontal da Catedral, deve ser destinado outro lugar para ele.
    Como diz o Davi “se for assim vamos retirar a estátua do fundador da cidade que matou os nativos da região quando da fundação da cidade!!” como um bom filho de Lages deve saber bem disso ou não sabe, porque os bons livros de história ficam escondidos, temos que virar as bibliotecas ou um bom historiador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here