Aproveitando o feriado de 1° de janeiro, mais uma cena de vandalismo, quando gatunos foram até a rede de 800mm da Semasa, no Bairro da Várzea para furtar equipamentos e a retirada de uma peça resultou num jato de 50m de altura. “Se acerta o queixo do vivente, tinha matado…”

Segundo o secretário Jurandi Agostini, os larápios tentaram furtar parte da tubulação, tendo sido “surrupiado” um aparelho denominado TPA (Tomada de Água Potável, Pressão e Vazão).

O furto foi na rede Dn 800 mm de ferro e o TAP é um aparelho que mede quantos litros por segundo vai pra estação de tratamento de água. O fato ocorreu às 18h, sendo que a equipe da Semasa procedeu a devida manutenção.

Por conta da retirada dessa peça, a água jorrou forte na tubulação, fazendo um jato com aproximadamente 50m de altura.

O secretário comentou da irresponsabilidade, já que é uma tubulação com canos de ferro, que não tem serventia no “câmbio negro” para ser vendido ou trocado por droga, mas que pela retirada da luva poderia ter causado um grave acidente devido a alta pressão, “pois com a pressão e se a peça acertar o corpo da pessoa, certamente vai machucar ou até matar”.

Isso sem falar que a cidade poderia ter ficado sem água potável, complementou o secretário.

Imagens: Semasa

#BlogdoBarão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here