De acordo com a Imprensa da Capital, foi a maior mobilização de policiais e bombeiros militares já realizada, com a presença de mais de 2 mil pessoas na marcha até o Centro Administrativo, na tarde desta quinta-feira. Como resposta, o Governo emitiu nota

Nota oficial divulgada pela Secretaria da Administração informa que nesta sexta-feira (31/01), o governo estadual vai apresentar uma proposta de reestruturação salarial das categorias da Secretaria de Segurança Pública.

Também na sexta-feira está marcada uma reunião com os representantes das diversas entidades dos Policiais Militares, Civis e Bombeiros.

Confira a nota:

“Atendendo ao pleito das categorias, o Governo do Estado, por meio da secretaria da Administração, apresentará um estudo sobre a reestruturação salarial das categorias da Segurança Pública. A reunião será na próxima sexta-feira, 31, conforme cronograma já previsto e acordado com representantes das categorias em dezembro de 2019. O encontro será com representantes dos militares estaduais, policiais civis e profissionais do Instituto Geral de Perícias.

Depois de várias rodadas de reuniões em que as categorias da Segurança Pública apresentaram suas reivindicações, a secretaria da Administração conduziu uma criteriosa análise da viabilidade de atender os pleitos, levando em consideração critérios jurídicos, legais e financeiros do Estado. “

Com informações: Aprasc / Moacir Pereira / Sgto Sobrinho

#BlogdoBarão

5 COMENTÁRIOS

  1. Lageanos. Principalmente policiais e bombeiros. Votaram no Moisés e no Bozo. Porque a reclamação! Lembrando que tínhamos um governo lageano! Se der aumento pra categoria em questão. Tem que conceder aos demais.

    • Um Governo Lageano de nada!! Em 7 anos e alguns meses não conseguiu terminar a ala nova do Tereza Ramos e agora o atual governo está desmontando a estrutura de equipamentos!!! É este mesmo governo lageano é o que não fez a reposição da inflação aos Policiais e Bombeiros! Sim, estes mesmos Policiais e Bombeiros talvez tenham votado no Moisés e no Bolsonaro! Tal qual 7 entre 10 catarinenses votaram no Moisés!! Ou seja, 70% dos catarinenses! Este governo lageano que esteve no comando do estado, nunca valorizou seus funcionários quando era prefeito aqui!! Podia ter feito mais pela nossa região em 7 anos e não fez!!!

  2. Ué! ! Onde foi o Brasil acima de tudo! Pátria AMADA.!! O esforço em prol do Brasil! Não era de tds! Passou a eleição! Ai é previdência diferenciada! Pressão pra melhorar salários! Foi só entrar a questão financeira que se foi o Brasil acima de tudo!!! Engodo!!!!

    • Robson, temos uma classe trabalhadora, empresarial e uma classe média que vive de status, isso é muito comum em Lages, detestavam o PT pois este os lembravam que eram trabalhadores e não milionários. Tiraram o PT do poder e agora viram que em ultima instancia eram pobres e fascistas e é claro que a inflação fizeram a turma se mexerem. Policiais são corporativistas e sempre serão, não possuem uma educação integrativa, reflexiva, por isso prezam pelo individualismo exacerbado, o meu queijo primeiro. Até quando passam fome são de direita, então continuamos com as nossas denúncias sociais. Porque a Globo anuncia que o desemprego caiu, porque a informalidade aumentou. Ontem no Angeloni encontrei Airton Amaral, Jair Junior e outros dois que podem serem assessores, não fui ao encontro deles pois iria falar verdades, deixamos para a próxima, em Lages a política reúne até inimigos ou serão amigos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here