Depois da noticia sobre a estratégia do Centro Universitário Unifacvest estar ofertando benefício financeiro aos acadêmicos que apresentarem universitários de outras instituições para frequentar seus cursos, houve ponderações a respeito.

Teve até quem se referisse à estratégia como desespero. Por conta disso o colega blogueiro Edson Varela foi atrás de informações e, pelo que constatou, afirmou ser uma resposta à postura da instituição concorrente.

Qual o motivo?

Na quarta e quinta-feira da semana passada, instituição concorrente colocou seu pessoal nas imediações da Unifacvest. “Cercaram nossos portões e assediaram nossos acadêmicos com propostas para transferência”, confirma o próprio Reitor Giovani Broering, chateado com o episódio. “Passaram de todos os limites. Educação não pode ser feita dessa forma”.

Para cada ação…

A Unifacvest optou por reagir à postura deselegante (para não utilizar outro termo que retrata melhor o ocorrido) adotando a estratégia de atrair estudantes através de colegas acadêmicos da instituição.

“Temos apresentado nossa instituição como referência pela qualidade, que é inquestionável, inclusive com as pessoas podendo comparar. Fazemos investimentos gigantescos em estrutura, apostamos na qualificação da nossa equipe. E isso tem atraído os jovens que buscam formação de qualidade. Daí ao nos depararmos com esse tipo de assédio desleal, não iremos nos recolher”, cita Geovani Broering.

Deu certo…

O reitor nem gostaria de dar publicidade ao episódio, mas não aceita insinuação de ‘desespero’. Observa que a qualidade do ensino se constitui o diferencial que lhe garante o fôlego inclusive para adotar medidas mais arrojadas para responder à postura desleal da concorrente. No primeiro dia da estratégia lançada, 97 estudantes optaram por fazer transferência para os cursos da Unifacvest.

 

Texto: Edson Varela

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here