Quando o ex-secretário Douglas Borba começou a despontar como o epicentro da crise e era iminente sua queda, que aconteceu no domingo, com sua expurgação do governo Moisés, eu fiquei conjeturando com meus botões se o nome de Juliano Chiodelli não poderia aparecer como um provável candidato para a Casa Civil.

Dois processos na Alesc

Não deu noutra, não como titular da pasta, mas com adjunto da Casa Civil. Pelas referencias do jovem lageano, pode ser uma das estrelas do governo, que aliás tem nas próximas semanas, que enfrentar um verdadeiro bombardeio vindo diretamente da Operação O² Oxigênio, e ainda dois processos de Impeachament, vindo da Alesc.

Experiências à prova

Juliano terá que mostrar que não é apenas o “pibe de ouro”, mas um bombeiro muito melhor que o seu “comandante”. Aliás, vai ter que reviver as agruras de quem já passou pela experiência de ter seu prefeito preso, pois integrava o colegiado de Elizeu Mattos.

Fotos: divulgação

#BlogdoBarão

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here