Foi uma expressão popular, inofensiva que usei contra a vereadora, disse o vereador Lucas Neves (PSL) em Nota Oficial sobre o fato de ter vazado o áudio “a Aída e um cachorro latir é a mesma coisa”

Ao contrário do que estão tendo afirmar, não sou machista, como estão tentando afirmar, prossegue a nota, que finaliza dizendo que “Os princípios que norteiam minha vida e as minhas relações humanas não vinculam julgamentos e mau-caratismo!”.

Personalidade

O vazamento do áudio revela a personalidade do vereador em questão, pois foi dita sem pessoas próximas (apenas seus assessores), num momento de descontração e imaginando estar longe de tudo e de todos.

Assim, podemos acreditar que:

– Não gosta de animais.

– Ofendeu uma colega do parlamento.

– Sofre de egocentrismo exacerbado.

– A boca fala o que tem no coração.

Fonte: Gabinete Lucas Neves (Nota Oficial)

#BlogdoBarão

1 COMENTÁRIO

  1. Das quatro características atribuídas
    pelo blogueiro ao vereador, três delas ( “– Ofendeu uma colega do parlamento.– Sofre de egocentrismo exacerbado. – A boca fala o que tem no coração) são as mesmas do presidente da República. Não votei no vereador, quando candidato a vereador e deputado, e tão pouco no presidente. Agora, não entendo como pode “condenar” as atitudes de um, mas não de outro. Vai entender!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here