Depois de toda as atrapalhadas, ou por “ingenuidade” (na Imprensa estadual comenta-se de caixa de campanha), ou por tentar ser esperto sobre os hospitais de campanha, o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), informou que o estado não vai mais montar hospitais de campanha para atender pacientes com COVID-19.

Investimento nos atuais

O investimento, agora, deve ser exclusivo nas unidades de saúde já existentes, segundo afirmou durante visita e entrega de novos leitos de terapia intensiva a dois hospitais do Vale do Itajaí e Litoral Norte na quinta-feira (18).

Na mira da Justiça

Governador falou sobre a desistência de montar 10 hospitais de campanha, anunciados em abril após cancelar a contratação de um hospital de campanha por R$ 76 milhões em Itajaí. Na época, o caso foi parar na justiça.

Depois, foi anunciado que seria feito leilão para instalar 10 hospitais de campanha em todo o Estado, implantados conforme a necessidade, mas o edital não foi publicado até hoje. O governo não chegou nem a divulgar a estimativa de investimento nessas unidades.

Mudança de estratégia

Segundo o Governador estão fazendo uma mudança de estratégia no enfrentamento da pandemia e irão priorizar os hospitais que já estão em funcionamento, mas que não teriam condição de suprir a demanda de casos mesmo aumento no número de leitos.

 

Fonte: Governo SC

#BlogdoBarão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here