O motivo da manifestação em São José do Cerrito, na manhã de sábado, foi para exigir esclarecimento pela morte de João Gilmar

Familiares, amigos e companheiros de atividades de João Gilmar portavam cartazes pedindo por justiça. Ao final foi feito uma oração e as pessoas doaram alimentos para o padre distribuir as famílias carentes.

Autoridade policial

Conforme o delegado regional Fabiano Schmitt, da Delegacia Regional de Lages, o policial civil foi acionado após receber denúncias de que o suspeito armado teria ameaçado duas pessoas ao longo da manhã no centro da cidade. O policial foi informado também que o homem conduzia um Fusca.

Abordagem na BR-282

Ao localizar o veículo, o policial teria solicitado a parada ao suspeito, que não acatou e continuou em movimento. Houve uma perseguição pela BR-282 e o suspeito só teria parado o carro quando o pneu traseiro do Fusca foi atingido por um disparo do policial civil que vinha logo atrás.

ENTENDA O CASO:

Clik no link: Inquérito investiga morte de suspeito em confronto policial em São José do Cerrito

Vítima de 44 anos teria sido alvejada após resistir a abordagem e apontar arma de fogo para um policial civil e um policial militar

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o confronto que terminou na morte de um suspeito às margens da BR-282, em São José do Cerrito, na Serra de Santa Catarina.

O caso ocorreu por volta do meio-dia desta segunda-feira (15), no bairro Santo Antônio. O município fica a cerca de 35 quilômetros de Lages. A vítima de 44 anos teria sido alvejada após resistir a abordagem e apontar uma arma de fogo para um policial civil e um policial militar.

 

Fonte: NDMais

Fotos: divulgação

#BlogdoBarão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here