Se até o mês de março o pacote de 5kg de arroz era vendido a 9,80, hoje ele já está sendo adquirido por 16,00 pelo atacadista, e tem regiões do país que já está sendo vendido a 30,00, ou seja o triplo do preço de antes da pandemia

Mas o arroz é apenas um item da cesta básica, pois tem o óleo de soja, por exemplo, que no mês passado custava 2,99 e hoje está 5,56.

Combinação de fatores

Segundo um mercadista ouvido pelo Blog, a disparada de preços resulta de uma combinação de fatores, como a violenta alta do dólar, que fez com que a produção de grãos seja quase que totalmente exportada, ocasionando problemas para a indústria alimentícia.

Próxima safra

“É o caso do soja, cuja próxima safra que ainda será plantada, mas mesmo assim já foi comprada e paga. Assim, a indústria nacional simplesmente não tem onde comprar o soja para produzir o óleo”, diz o empresário.

Se nesta semana os preços começaram a triplicar nas prateleiras do mercadinho, do supermercado e do atacadista, imaginem quando chegar no prato de comida do trabalhador.

Leite

Já para o preço alto do litro de leite, a informação passa pela entressafra de Inverno. A expectativa do setor é de estabilização com a chegada da Primavera.

O que mais falta acontecer neste ano?

 

Fonte de consulta: Acats
#BlogdoBarão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here