Nas últimas audiências públicas da Câmara e nas reuniões com o MPSC, a Britagem Gaspar mostrou que está legalmente habilitada para exploração da pedreira do Morro Grande. Mas além do morro estar se acabando, as explosões semanais tem causado rachaduras nas residências no entorno e apavorando os moradores

O programa Na Boca do Povo desta terça-feira, 08 de setembro, saiu do estúdio e subiu o Morro Grande, para conferir lá do alto a situação. Enquanto o repórter Jotta Damasceno verificava os aterros de barro que estão desmoronando, o repórter Jones Paulo ia até as residências nas imediações e conferia os danos que as explosões semanais tem causado.

Rachaduras nas paredes

Evidentemente que os moradores ficam amedrontados e raramente se expõem, por medo de represália, já que suas residências normalmente são invasões. Mas o morador Liomar, do bairro Bom Jesus conta que a explosão de terça-feira passada foi tão grande, “que deixou a gente apavorado”.

O morador aponta as rachaduras em sua residência e diz que cada vez que a Defesa Civil passa pelo local, ele e seus vizinhos entram em polvorosa, pois sabem que virão mais explosões.

Terra treme

Rovene Melo Sousa, também morador das imediações comentou: “minha casa fica no loteamento letti do outro lado, mas minha fica na reta e bem no pé do morro, com rachaduras enormes. Quando acontece as explosão minha cada parece q tem algo embaixo da terra, faz uma onda”, diz.

Audiências

Por diversas oportunidades essa questão foi debatida, tanto na Câmara, quanto no Ministério Público, porém sem nenhuma solução. O vereador Bruno Hartmann aponta que já foi até o Instituto de Meio Ambiente de SC (IMA) para conferir a situação da empresa.

“Eles tem todas as licenças, promovi uma audiência pública sobre a pedreira também e o único jeito de cessar essa exploração do terreno é o prefeito decretar APP. Se não, por mais uns 4 anos eles tem licença para essa exploração”, comentou no programa.

Providencias

Foi sugerido ao vereador Bruno que a Câmara de Vereadores produza um programa especia, com entrevistas dos moradores e apontando as rachaduras nas residências, que servirá como documento oficial para que, tanto Defesa Civil, quanto IMA e MPSC tomem uma decisão.

VEJA O PROGRAMA NA ÍNTEGRA CLICANDO AQUI

 

Imagens: Na Boca do Povo/Jotta Damasceno e Jones Paulo

#BlogdoBarão

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here