SOBRE A SESSÃO DA CÂMARA DE VEREADORES DE LAGES DE 14-09-2020 (POR VIVIANE ZAPELLINI)

Não é à toa que o cidadão maldiz a classe política brasileira, (salvo exceções) quando o vereador que assumiu recentemente uma vaga na câmara e, que segundo ele JOÃO CARDOSO/PSL, participou de apenas 03 sessões proferindo estupidamente aos servidores aposentados do LagesPrevi adjetivos como: “amigos do rei”, ” privilegiados”,”peso insuportável para a sociedade lageana”, como se tivéssemos roubado nossas aposentadorias e não como tivéssemos conquistado.

Como Conselheira Fiscal do Instituto, convido o Vereador a inteirar-se dos estudos já realizados sobre a instituição e a administração do mesmo e, até da vida funcional de cada servidor aposentado para provar a “amizade”que cada um teve com os “reis”, inclusive com o Sr., pois foi vice prefeito de Lages.

“Lamentável e deplorável”, segundo suas palavras, Sr. Vereador é a sociedade carregar um edil que não respeita aqueles que trabalharam e contribuíram décadas para uma Lages melhor e poder desfrutar de um direito constitucional que é a aposentadoria.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Facebook/Viviane Zappelini

#BlogdoBarão

1 COMENTÁRIO

  1. O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Lages – SC (SINDSERV), na pessoa do seu Presidente, Agenor Rodrigues Chaves, vem a público manifestar repúdio aos comentários proferidos pelo vereador João Cardoso/PSL durante a Sessão da Câmara de Vereadores de Lages que ocorreu no dia 14 de setembro de 2020.
    Conforme é de conhecimento, durante a sessão, o vereador João Cardoso/PSL proferiu, de forma desrespeitosa e infundada que os servidores submetidos ao LAGESPREVI são “amigos do rei”, “privilegiados” e “peso insuportável para a sociedade lageana”.
    Os comentários são ofensivos a todos os servidores que integram o LAGESPREVI, uma vez que a aposentadoria é direito do trabalhador urbano e rural, conforme preceitua o artigo 7º, inciso XXIV da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988.
    Além disso, o artigo 40 da Constituição da República Federativa do Brasil regulamenta que o regime próprio de previdência social dos servidores titulares de cargos efetivos terá caráter contributivo e solidário, mediante contribuição do respectivo ente federativo, de servidores ativos, de aposentados e de pensionistas, observados critérios que preservem o equilíbrio financeiro e atuarial.
    Assim, faz-se necessário entender que o vereador proferiu comentários sem levar em consideração o direito constitucional do servidor público que contribuiu regularmente para o recebimento da aposentadoria, sem qualquer irregularidade que pudesse comprometer o orçamento municipal.
    Para isso, cobra-se que o vereador, pessoa pública, do qual espera-se conduta ética, não profira comentários ofensivos aos servidores públicos do município ao qual ele desempenha o cargo, ainda mais aqueles que são incompatíveis com o direito constitucional de todo o trabalhador.
    Lages, 15 de setembro de 2020.
    SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE LAGES – SINDSERV

Deixe uma resposta para SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE LAGES - SINDSERV Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here